Alegria sempre em nossos corações . . . Muita Paz Saúde Luz e Amor .... Alegria sempre em nossos corações  Muita Paz Saúde Luz e Amor

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A caminho do exílio




Vidência: Acima da nossa Sede, em Vitória, estava parada uma enorme Nave. Intuitivamente, vieram dois nomes: Yury e Planeta Patrulha.



Vi vários seres trevosos, de diversos tipos, sendo encaminhados para o degredo. Estes espíritos já haviam recebido assistência e esclarecimento de nosso Grupo, mas não aceitaram a oportunidade de saírem das trevas, definitivamente. Porém, eram assistidos por espíritos de alta hierarquia espiritual, como o Mestre Ramatis, Mestre Shama Hare, João Batista, Ashtar Sheran, Setum Shenar e Yury. Amorosa e serenamente, eles eram conduzidos às Naves-Prisões.



Contudo, dentre os deserdados da Luz, havia um líder de guerreiros que se dirigiu, humildemente, ao Mestre Ramatis, endereçando-lhe as seguintes palavras:



"Mestre Ramatis, Senhor de Bondade e Pura Luz, aqui chegamos, nesta Casa de Caridade, dispostos a nos redimir.



Suplicamos vossa proteção em nossa jornada árdua, no planeta de exilio.



Sabemos o quão penoso será nosso retorno a esta casa planetária, a mãe Terra, que por milênios nos abrigou. Sabemos o quão demorado será retomarmos a nossa verdadeira forma de espíritos, feitos à imagem e semelhança do Pai.



Mas, ó Mestre Ramatis, amparai-nos nos tempos vindouros, em nosso degredo, dando-nos força e coragem para suportar nosso carma.



Guiai-nos ante a turba louca e desesperada, que vorazmente procurará nos abater.



Se o desânimo, em prosseguirmos com nossa evolução espiritual, encontrar guarida em nossa mente, dissipai-o, pois queremos nos libertar dos Mundos de Provas e Expiações.



Queremos um dia vibrar uníssono convosco, com nossos irmãos do Triângulo e da Cruz. 


Enfim, com todos vossos pupilos ramatisianos. E assim, de mãos dadas, comungarmos num só corpo, num só coração.



Abençoe-nos, Mestre Amado, nessa nova etapa, em todos os momentos.



Que vossa paz e amor sejam nosso refúgio e baluarte.



Assim seja, para todo o sempre.


Um dissidente, indo para o exílio
GESH – 18/12/2010 – Vitória, ES – Brasil