Alegria sempre em nossos corações . . . Muita Paz Saúde Luz e Amor .... Alegria sempre em nossos corações  Muita Paz Saúde Luz e Amor

domingo, 8 de janeiro de 2012

Os tempos são chegados






ABAIXO PSICOGRAFIA DO DR. BEZERRA DE MENEZES ATRAVÉS DO MÉDIUM ANDRÉ LUIZ RUIZ



O FINAL DOS TEMPOS, O COMPORTAMENTO HUMANO, A VERDADEIRA SALVAÇÃO DA ALMA, AS ROTINAS SOCIAIS, RELIGIOSAS E FAMILIARES, OS ESCOLHIDOS E ELEITOS TRAJADOS COM A VESTE NUPCIAL, OS HERDEIROS DO NOVO MUNDO E OS QUE SERÃO EXILADOS PARA SEMPRE DA FACE DA TERRA.



Depois dos romances “DESPEDINDO-SE DA TERRA” e “ESCULPINDO O PRÓPRIO DESTINO”, o espírito de Lúcius completa esta TRILOGIA através de ANDRÉ LUIZ RUIZ, no seu novo livro – HERDEIROS DO NOVO MUNDO – canalizado através dos Espíritos de Dr. Bezerra de Menezes, Jerônimo e Adelino, os quais oferecem um panorama geral sobre os importantes momentos vividos pela humanidade atual, revelando o processo de separação do “Joio e do Trigo”. Nas citadas obras, eles discorrem sobre as circunstâncias de vida que sejam mais ou menos favoráveis à construção de um futuro melhor, nos instantes cruciais da seleção espiritual predita por Jesus.

Para tanto, os espíritos manifestantes destas obras relembram as palavras do Mestre Jesus como a mais perfeita referência de orientação, trazendo ao leitor um verdadeiro manancial de informações e roteiro certo para a salvação da humanidade da Terra. As preciosas orientações evangélicas neles contidas buscam o despertamento do idealismo, das virtudes do arrependimento e do amor, da mansuetude e da força de vontade na prática do bem.

A minuciosa análise do comportamento humano nas situações adversas da vida, o leitor perceberá com facilidade as ações e os mecanismos seletivos da ação celeste do Universo, a fim de que, por meio dos incansáveis esforços das entidades da luz, enobrecidas pelo amor divino, dentre elas a própria Mãe Maria, para que tudo possa se fazer aos homens que, colocando-se à Direita do Cristo, estejam trajados com a Veste Nupcial e sejam aceitos como os autênticos herdeiros do novo mundo.

Na obra sob esse mesmo título – ”HERDEIROS DO NOVO MUNDO” – o espírito do médico DR. BEZERRA DE MENEZES fala sobre as horas difíceis da transição do Planeta Terra, cujo conteúdo da mensagem tomo a liberdade de publicá-lo em minha coluna Luzes dos Céus, por entender ser de grande valia ao leitores desta matéria nestes dias cruciais das transformações do planeta Terra.

Eis a Mensagem do Espírito Dr. Bezerra de Menezes, contida no Livro “HERDEIROS DO NOVO MUNDO”, ditado pelo Espírito de Lúcius através da psicografia do médium André Luiz Ruiz, recebida em 30 de julho de 2009.

“Que a paz esteja em todos os corações. Queridos filhos”.

Observando o empenho de cada um na obra de todos nós, aqui estamos para congratular-nos com vossos esforços uma vez que, graças a eles, a eficiência dos atendimentos espirituais está ganhando em qualidade, o que se fazia necessário há muito tempo.

As horas difíceis se multiplicam a cada dia, no horizonte das criaturas que dormem. Quando aconselhou ao homem convocado ao anúncio do Reino de Deus que deixasse aos mortos que lhe sepultassem o corpo do seu pai falecido, Jesus concitava-nos ao pensamento claro sobre a condição de mortos-vivos apresentada pela imensa maioria dos irmãos que estão ocupando corpos carnais neste momento, na terra. Não dispostos a despertar ao som dos clarins generosos que convocam o idealismo ao serviço do Bem, os mortos-vivos estarão sendo chamados à vida, à consciência, à lucidez por meios diversos, mas igualmente dolorosos.

A falta de base firme, de alicerce na rocha, no entanto, fará com que esses imaturos seres, freqüentadores de religiões e cerimônias, não saibam como agir diante das agonias que terão de enfrentar. Por esse motivo, queridos filhos, é que estamos aqui. É necessário estarmos alertas e vigilantes para que as angústias alheias não sejam assumidas como angústias próprias. São convocados a servir como enfermeiros junto à chusma dos doentes, lembrando-se de que precisam manter o cuidado para não se contaminarem com a epidemia.

E entre os homens haverá de se alastrar a do medo, a da revolta, a da agressividade à medida que a dor assumir a tarefa de produzir despertamento por atacado. Não serão, apenas, as crises financeiras que irão toldar com seu manto de preocupações e angústias a alma dos indiferentes. Multiplicar-se-ão as enfermidades físicas, os acidentes geológicos e atmosféricos, as conflagrações sociais, de forma que a todos estará sendo avaliada a reação diante dos desafios diversos.

Serão bem-aventurados se guardarem a serenidade nas horas difíceis e, sem desespero nem entorpecimento, empenharem-se na obra da Esperança, sinalizando o caminho aos perdidos da rota. Suas exemplificações serão tesouros no meio da tempestade e, graças a elas, os que possuam algum entendimento poderão encontrar forças para não desabarem na angústia coletiva nem tresloucarem-se em condutas desesperadas.

Dos dois lados da vida se realiza a grande transformação, já em andamento desde muitos anos, mas que se acelera nestes tempos, porquanto é necessário que todas as coisas sejam concretizadas. Este aviso se destina a suas vidas pessoais, igualmente, porque em seus lares também repercutirão as mazelas que recairão sobre todos. Nada de privilégios especiais ou proteções injustificáveis, notadamente para aqueles que já sabem como se proteger. Não seria lógico que se cuidasse mais do enfermeiro – que já se qualificou pelo aprendizado da enfermagem – do que do doente que nada conhece. É como enfermeiros que estão habilitados na Escola da Vida todos aqueles que, como vocês, participam dos banquetes da Verdade do Espírito. Por isso, saberão velar pela dor alheia sem se olvidarem da higiene espiritual que os protegerá, da assepsia de pensamentos e sentimentos, da esterilização das palavras e atitudes para matar todos os germes que os contaminem com o mal. 

Quando Noé aceitou construir a arca para salvar do afogamento os que nela quisessem entrar, assumiu para si próprio um imenso e extenuante trabalho.
No entanto, graças ao devotado ancião, conseguiu ele próprio e sua família encontrarem a proteção e a segurança que os demais não quiseram, quando chegou o momento áspero da tormenta fatal. Assim são os convidados do Senhor. Os próprios trabalhadores da última hora não estão livres do suor, do cansaço, do desgaste e dos testemunhos da fé.

No entanto, chegará o momento da serenidade se tiverem honrado com empenho a Obra de Deus. Encarnados e desencarnados já estão sendo separados segundo suas vibrações específicas a fim de que a atmosfera humana não fique à mercê dos ataques da vasta horda da ignorância que se opõe aos nobres princípios representados pelo Cordeiro de Deus.
Esforcem-se por entrar pela porta estreita e não descansem até que o consigam. Do lado de fora, posso lhes afirmar, já há prantos e ranger de dentes. Que a paz de Jesus vos abasteça em todos os momentos da vida, sobretudo na hora difícil dos testemunhos que são o prenúncio da Alvorada da Esperança.

Boa noite, queridos filhos 

– Dr. Bezerra de Menezes.