Alegria sempre em nossos corações . . . Muita Paz Saúde Luz e Amor .... Alegria sempre em nossos corações  Muita Paz Saúde Luz e Amor

quinta-feira, 26 de junho de 2014

O Incrível Poder da Sugestão.




Se começarem a chamá-lo de “burro”, “ignorante” e “imbecil”, e você aceitar as ofensas, seu subconsciente reagirá de acordo. Uma campanha de difamação contra um político, falando men­tiras sobre seu caráter e atuação, fará muitas pessoas aumentarem essas mentiras, criando um clima de desprezo, hostilidade e ani­mosidade.

Um dia, quando eu estava em uma loja de departamentos fazendo compras, fui atendido por uma moça muito simpática e graciosa e lhe fiz um elogio:

Você é muito bonita, tem olhos lindos.
Não sou, não. Isso é gentileza sua. Não tenho nada de beleza.
O que a faz dizer isso? — fiquei surpreso com a afirmação.
Minha mãe nunca me enganou. Sempre falou que sou feiosa e sem graça.     

A moça acreditava nessas mentiras e percebi que havia amar­gura e ressentimento no seu coração. Provavelmente, sua mãe com­petia com ela e tinha ciúme, porque a filha era charmosa, eficiente e falava com grande desenvoltura.

Eu lhe expliquei que nós so­mos o que imaginamos e fiz uma rápida preleção sobre o poder do subconsciente. Peguei uma folha de papel e escrevi algumas afirmações, que ela deveria repetir várias vezes por dia:

“Sou uma filha amada de Deus, sou filha do Infinito. Sou ilu­minada e inspirada. Sou feliz, alegre e livre. Se um somado com Deus já constitui uma maioria e se Deus é por mim, quem, nes­te mundo, poderá ser contra mim? ”.

Procurei acompanhar o progresso da moça e descobri que ela se modificou e deixou de se menosprezar. Atualmente exalta Deus em seu interior, o Espírito Vivo todo-poderoso que a criou e criou todo o universo.
Quando seus pensamentos são similares aos pensamentos de Deus, o poder Divino está neles. Esse é o significado da frase: “Se um mais Deus já constitui uma maioria, quem, neste mundo, poderá ser contra você? ”

 Deus é Uno. E sempre está do meu lado. Eu Sou Uno. Eu e Pai somos UM.

Aprenda que as sugestões dos outros não têm poder para criar as coisas que elas sugerem. O único movimento criativo está no seu próprio pensamento. “No início era a palavra e a palavra estava com Deus. E a palavra (que é um pensamento) era Deus.”
O juiz Troward, um dos líderes do movimento Novo Pensa­mento, declarou:
— No instante em que você admite que há um poder de qualquer tipo fora do seu ser, por mais benéfico que ele lhe possa parecer, está plantando uma semente que mais cedo ou mais tar­de frutificará em forma de medo, que só serve para estragar a vida, amor e liberdade.

Nós somos o próprio Princípio de Vida e a diferença entre nós e Ele é a que existe entre o genérico e o específico de uma mesma substância. Deixe essa ideia ser o gran­de alicerce de sua vida. Jamais admita, nem que seja por um ins­tante, um pensamento que se oponha a essa verdade básica e incontestável.

Eu saliento: No instante em que você admite que há um poder de qualquer tipo [e esse poder é um pensamento] fora do seu ser, da sua mente por mais benéfico que ele lhe possa parecer, está plantando uma se­mente que mais cedo ou mais tarde frutificará em forma de medo, que só serve para estragar a vida, amor e liberdade.

Essas palavras devem se tornar uma parte integrante do seu ser, devem ficar em seu sangue e sua carne. Escreva-as de maneira indelével em seu coração e pense nelas milhares, milhões de vezes por dia.

O único poder não-material que conhecemos é o pensamen­to. Portanto, seu pensamento é o poder. Os pensamentos dos outros só se transformam em poder quando você os aceita. En­tão, o pensamento que foi aceito torna-se um movimento do seu próprio subconsciente.

O Dr. PaulTournier, um renomado psiquiatra europeu, dizia que os médicos deveriam ter cuidado com o que falavam aos pacientes, principalmente no que se referia a sugestões negativas, porque as pessoas os vêem como figuras de autoridade.
 Se al­guém aceitar a afirmação: “Daqui a um ano você estará surdo”, quando se passar um ano, ficará realmente surdo. Se um médico disser: “Você vai perder a vista no olho direito” e você acreditar nas suas palavras, ficará mesmo cego do olho direito. Esse é o motivo pelo qual o Dr. Tournier afirmava: “Precisamos evitar fazer sugestões negativas mesmo que estejam baseadas em provas científicas. ”

Muitas religiões são regidas por pensamentos, sugestões e poderes externos. Um velho pregador costumava dizer: “Quem bebe demais, vive na farra e trai a esposa, morrerá e irá para o inferno, onde há fogo e ranger de dentes. ”

 Um idoso mais sensa­to, que estava no fundo da igreja, levantou o braço e falou: “Pas­tor, eu não tenho mais dentes. ” O pregador não, se deu por vencido e acrescentou: “Meu filho, Deus lhe dará dentes quando você morrer. ” Esse diálogo talvez não seja verdadeiro, mas mostra com ... clareza como são ridículas as sugestões negativas sobre Deus, a vida e o universo.

Nossas mentes estão lotadas de falsas crenças, ideias e opiniões e tornam-se opacas por causa dessas bobagens. 

Sugestões de medo dadas a uma pessoa com grande fé e confiança em Deus não pro­duzem nenhum efeito, porque encontram uma mente límpida fortalecida pela certeza no princípio do sucesso, que reforça o conceito de que o Infinito jamais erra.
 Sugestões de fracasso aca­bam resultando em uma maior confiança nos seus próprios po­deres interiores.

As sugestões que nos afetam são aquelas que encontram um campo fértil para germinarem em nosso interior. O Dr. Brandt, chefe do Movimento da Ciência Religiosa na África do Sul, me contou sobre a maldição que pairam sobre os nativos.

 Então fomos visi­tar uma mina que empregava mais de nove mil trabalhadores. Conversei com alguns médicos que trabalhavam nesse lugar e eles confirmaram que estavam habituados com estranhos acon­tecimentos.

— A maldição é verdade. Se um dos homens quebrar o có­digo de comportamento do seu povo, recebe um bilhete com o desenho da caveira e ossos cruzados trazidos por um mensageiro vindo do seu vilarejo.

             Dessa forma, o infeliz fica sabendo que há uma maldição sobre ele. Às vezes o bilhete diz: “Você morrerá às seis da tarde” e o sujeito, que sabemos ser um exemplo de saúde perfeita, senta-se no chão no final do dia e morre às seis horas. Como médico, a única coisa que posso dizer é que esses homens são mortos pelo seu próprio medo.

Pessoas de outros países nesta região estão sempre recebendo bilhetes ameaçadores, por algum motivo. Todavia, como não há nada no subconsciente que possa acolher o medo da maldição, eles caçoam das ameaças e riem diante da figura da caveira.

Os nativos, porém, foram criados com a cren­ça de que o   poder está nas mãos do grupo do seu vilarejo, que tem um grande poder. Portanto, as suges­tões vindas têm poder sobre eles, que desistiram do seu próprio poder.

Entenda que o poder está no movimento de seu próprio pen­samento. Ninguém tem poder para feri-lo ou prejudicá-lo, só você é capaz disso. E quem será capaz de magoá-lo se você é um seguidor de crenças boas e construtivas?

Nenhum mal cairá sobre o justo; nenhuma praga entrará em sua morada. Nada será recusado ao que anda reto na lei. “Ne­nhum mal temerei, pois estás junto a mim; teu bastão e teu caja­do me tranquilizam.”

 Eu habito no esconderijo do Altíssimo, eu pernoito à sombra do todo-poderoso. Direi do Senhor: “Ele é meu refúgio, minha fortaleza, meu Deus em quem confio. Ele me esconde com suas penas, sob suas asas encontro abrigo.

 A verdade de Deus é meu escudo e armadura.” Dizem a mim: “Não temerás o terror da noite nem a flecha que voa de dia, nem a peste que caminha na treva. Em teu favor ele ordenou aos seus anjos que te levem em suas mãos para que teus pés não tropecem em uma pedra.”

             Identifique-se com essas grandes e eternas verdades e você criará uma imunidade ao mal, um Divino anticorpo. Se estiver saturado de confiança em Deus, você caminhará pela terra total­mente protegido, com palavras de louvor eterno nos lábios.

              O Dr. Bayles, médico formado em Londres e professor uni­versitário, contou-nos, em uma reunião do grupo do Novo Pen­samento, que no seu último ano como interno, ele e seus colegas frequentemente davam placebos aos pacientes do ambulatório.

               O placebo é uma pílula feita apenas de leite e açúcar. No final da consulta, eles diziam aos pacientes: “Vou lhe receitar esta droga ... nova, um remédio especial que acabará com sua enxaqueca” (cu­rará suas úlceras ou tirará as dores).
            O mais interessante era que esses pacientes voltavam na semana seguinte-dizendo que o re­médio era maravilhoso, que tinha resolvido completamente seus problemas e pediam uma nova receita.
          Como explicou o Dr. Bayles, a sugestão liberou o poder curador existente no interior do paciente. Ele também falou sobre o efeito da hipnose. A pessoa hipnotizada aceita as sugestões do médico e pode até ser operada sem anestesia, porque o hipnotizador lhe dá a sugestão de que ficará completamente insensível à dor.

              A Dra. Elsie McCoy muitas vezes teve de lidar com pacientes recém-operados que gritavam de dor no meio da noite e queriam morfina. Ela contou:

 “Em algumas ocasiões, eu colocava meio centímetro cúbico de água destilada numa seringa e a mostrava para o paciente, dizendo-lhe que ia lhe aplicar uma injeção de morfina por via subcutânea. Depois da aplicação ele dormia por cerca de doze horas. A dor sumia.”
8              Qual é a explicação? Claro, essas pessoas aceitavam a sugestão da médica e, acreditando que tomavam morfina, agiam como a pessoa hipnotizada que recebe ordens para não sentir dor. O sub­consciente respondia de acordo com sua crença. Esse é o poder da mente, um poder maravilhoso.
Portanto, comece a pensar na enorme força espiritual que existe em seu interior.

O Dr. David Seabury, um profundo conhecedor das técnicas curativas de Phineas Quimby, contou-me que quando era jovem resolveu fazer uma experiência com um sujeito desocupado muito conhecido na cidadezinha de Paradise, no norte da Califórnia.
 Esse homem tinha o hábito de ir ao correio todas as manhãs, depois passava na cafeteria e dali ia para o bar.

 O Dr. Seabury e alguns amigos dessa pessoa deram gorjetas ao funcionário do correio, à garçonete da cafeteria e ao dono do bar, pedindo-lhes para no dia seguinte atenderem o homem, dizendo: “Nossa, você não parece nada bem hoje. Está com os olhos amarelos e o rosto vermelho como fogo. Já foi consultar um médico? Acho que seria melhor você voltar para a cama.”

 No dia seguinte, quando ele entrou no correio, o funcionário repetiu essas afirmações. O homem fez uma leve careta e depois se dirigiu para a cafeteria. A garçonete falou: “O senhor está se sentindo mal? Essa vermelhidão no seu rosto... Não seria melhor consultar um médico para medir sua pressão?” O homem tomou seu café sem dizer nada e saiu, tomando a dire­ção do bar.

Quando entrou lá, o dono olhou espantado para ele e perguntou: “Meu amigo, você está muito abatido. Seus olhos estão amarelos. Creio que seria bom você voltar para casa e chamar um médico.”

 O homem, aparentemente assustado, girou nos calca­nhares e voltou para a sua casa, onde caiu de cama, muito doente. Ao saber do acontecido, o Dr. Seabury foi visitá-lo e lhe contou que aquilo tudo fora uma piada, pedindo-lhe desculpas pela expe­riência que fizera com ele.

As sugestões foram feitas por brincadeira, mas o homem fi­cou doente porque aceitou as sugestões. O subconsciente grava os pensamentos em que você conscientemente acredita. Ele não discute nem avalia, porque é como o solo, que faz germinar qual­quer tipo de semente, boa ou má.

 Seus pensamentos são ativos e podem ser comparados com sementes. As sugestões negativas e destrutivas continuam atuando na sua mente mais profunda e mais cedo ou mais tarde surgirão em sua vida em uma forma correspondente a elas.


Lembre-se: seu subconsciente não tem como determinar se seus pensamentos são bons ou maus, verdadeiros ou falsos, mas sua reação varia segundo a natureza desses pensamentos. 

Ele os aceita como uma verdade absoluta e começa a agir para trazer resultados moldados nesses pensamentos.

Joseph Murphy
Agradeço se você compartilhar o texto!
Postado por Dharmadhannya