Alegria sempre em nossos corações . . . Muita Paz Saúde Luz e Amor .... Alegria sempre em nossos corações  Muita Paz Saúde Luz e Amor

sexta-feira, 26 de junho de 2015

O progresso intelectual não abriu espaço para a transformação moral




Irmãos, paz do universo, paz das estrelas!

Desde os tempos imemoriais, percorremos o espaço astral da Terra.

Orientamos aqueles que para cá vieram em estado primitivo, para adaptação de seus corpos e também aqueles que desprezaram a oportunidade de aprendizagem nos planetas que percorreram. Após essa fase, continuamos a tutelar e orientar os que prosseguiram nas sequências reencarnatórias, a alcançarem patamares evolutivos mais altos no orbe.

Porém, notamos que durante essa milenar travessia, muitos daqueles que caminharam pelas paisagens inóspitas da Terra de outrora, não conseguiram se desvencilhar da pesada bagagem que trouxeram do exílio.

Alguns progrediram, é certo, no entanto, a capacidade intelectual que ampliaram não abriu espaço para transformação moral, que era o objetivo das reencarnações.
Embriagaram-se de poder, locupletaram-se nos cargos, seja ele de alto escalão comandando as massas, seja ele de baixo escalão oprimindo os de menor poder que os acompanhavam.

Mesmo sendo vossos amigos de muitas eras, labutando ao vosso lado em convivência íntima, seja na família, trabalho ou amores, não é possível atendermos as vossas súplicas, quando pedis o alívio das provas ou que vos livreis delas, pois sabemos que se viéssemos a intervir, estaríamos contribuindo para que prosseguísseis do mesmo modo, com passos errantes.

Não é necessário que olheis para as estrelas para nos encontrardes, para nos sentir ao vosso lado ou em vossos pensamentos, pois nele habitamos e se não nos ouvis, é porque a distância que nos separa foi determinada por vós através das vossas condutas.

A conquista da vitória nas provas exige esforço comparado ao dos atletas. Portanto, mirai-vos neles, observai a dedicação, a renúncia e a disciplina, muitas vezes autoimposta, no intuito de alcançar um objetivo.

Aplicai essa programação em vossos espíritos, em vosso dia a dia, porque ninguém começa como um grande vencedor, se não houver o esforço pessoal.

Amigos, hoje somos nós a vos encorajar, amanhã seremos todos nós em conjunto, na campanha de resgate, a trilhar o espaço na busca de trabalho aonde haja uma morada, um planeta, que precise das nossas mãos.

Todos vós tendes a eternidade, contudo não vos acomodeis nela, para que um dia, libertos do atraso que teimosamente insistis em continuar, unidos, possamos lutar pela paz.

Somos almas, amigos terráqueos, avançai e conquisteis vossa liberdade.

Ananda Luz
GESH – 15/05/2015 – Vitória, ES – Brasil

Venho pedir pelos suicidas



Irmãs! Irmãos!

Salve a paz que o Mestre nos traz!

Todo aquele que sofre merece ser socorrido, independente dos seus débitos ou fraquezas.

Olhamos os charcos purgatoriais e vemos alguns irmãos sofredores consumindo-se em ódios e remorsos. Por isso, venho, mais uma vez, reiterar um pedido exaustivamente lançado à humanidade por meio dos servidores do Cristo. Oferecei-vos ao trabalho de socorro amigo aos que trafegam carentes no astral sem luz.

Dói em nossos corações, ouvir os risos de escárnio, desprezo e palavras grosseiras dirigidas aos suicidas. É por eles que venho pedir.

A prece é o remédio para as almas desses trapos humanos, hoje apresentando-se como sombras do que foram um dia. Necessitam das vossas preces, no entanto, sem que os evoqueis, pois se assim o fizerem, ocorrerão graves perturbações, tanto para o sofredor suicida que necessita urgentemente sentir-se "vivo", quanto para o encarnado que atrairá para si suas angústias, desesperos e lágrimas.

A equipe de socorro a esses trânsfugas da vida é composta de especialistas neste tipo de ajuda, mas a vossa prece é, em poucas palavras, o material para o curativo, o remédio que ingerem, a pomada que alivia as dores.

Irmãos, a vida dá muitas voltas. O encarnado de hoje, em alguma existência, pode ter sido o suicida de ontem. Portanto, ao verificarem as notícias sobre a tragédia que é o suicídio, pensai que poderíeis ter sido vós no passado e pedi a Deus que lhes dê o socorro fraterno e o pronto restabelecimento.

Amar ao próximo, sem restrição: é a difícil arte de evoluir.

Irmã Sheila
GESH – 15/05/2015 – Vitória, ES – Brasil

terça-feira, 23 de junho de 2015

Trabalho e União



Irmãos, os atoleiros do plano astral inferior afinizam-se, nessa hora, com o plano físico, exercendo intensa influência nos seres que habitam a Terra.

Os sofrimentos acerbos derramados sobre esta humanidade, devem ser encarados como a limpeza necessária do psiquismo da Terra, limpeza das almas para seguirem na esteira do progresso.

As mortes coletivas serão mais corriqueiras, pois os Técnicos Siderais reúnem as almas afins pelas quedas no comprometimento com o próximo e com o Planeta, agrupando-as para que, reunidas, partam do plano físico.

Catástrofes naturais que provoquem mortes coletivas não geram ódios e saneiam a alma das culpas pregressas.

O aparente equilíbrio planetário é ilusório, pois, as camadas continentais procuram se ajustar e a pressão intensa que sofre o Planeta - pela proximidade de Hercólubus e pelo aumento da densidade da psicosfera - cria o ambiente propício para que as estruturas geofísicas se acomodem, procurando uma nova formação, gerando o caos.

Os sofrimentos que assolam a humanidade são a cura para a alma doente, são o remédio amargo que desce e que deve ser ingerido por cada um, proporcionalmente à sua necessidade.

Não culpeis o próximo pelas desditas que enfrentais. 

Aqueles que semeiam o caos voluntariamente, fatalmente terão que ajustar-se com as Leis Divinas neste Planeta, ou em outro Orbe; e, aqueles que amargam as consequências funestas das más ações consigo mesmo ou com o semelhante, colhem a semeadura realizada no passado.

Portanto, irmãos, resignai-vos ante os sofrimentos que não podeis evitar.

Procurai aliviar as dores do próximo que convosco segue na colheita dolorosa.

Envidai esforços no perdão das ofensas e no amor ao próximo, elevando vossas mentes e corações às Esferas Sublimes onde habitam os Seres de Luz; e Jesus, nosso Mestre, vos sustentará nesta hora de sofrimentos.

Cada criatura encarnada enfrentará os dissabores necessários para sua evolução, portanto o sofrimento unirá toda a humanidade no resgate de suas faltas e aquele que não se deixar sucumbir pelas Forças do Mal, pela revolta e pelo crime aviltante, superando a própria inferioridade, encontrará a Terra de Regeneração, que não tarda a nascer.

Irmãos amados, Jesus é conosco e Sua Presença Sublime está entre vós. Não duvideis do Seu Amor! Chamai-O para junto de vós e O sentireis, sustentando-vos nessa hora de provas.

Os Mestres da Grande Fraternidade Branca Universal (GFBU), reunidos próximos da Terra, enviam Suas Energias salutares para abastecer de força e coragem os Seus discípulos e todos aqueles sintonizados no Bem, pois a hora é grave para esta humanidade e para o Planeta, e necessitais, todos vós, da Energia Superior para seguirdes em frente, transformando vossas almas, superando os atoleiros, alcançando a paz.

Sou vosso Mestre e Guia, e procuro reunir-vos por muitos milênios.

Chegastes ao Apocalipse com vossas almas ainda mergulhadas em sombras, e agora, para alcançardes a luz da renovação, devereis envidar mais esforços para soerguer-vos acima da escuridão vigente.

As provas são muitas, e cada vez mais intensas se tornarão, pois assim escolhestes, o fechar do "ciclo planetário" para a vossa transformação definitiva.

Caminhais seguros da nossa presença, guiando-vos pelas tormentas e vendavais, porque assim é necessário para a limpeza do vosso espírito. Nas dores sofridas no enfrentamento das provas, deveis ignorá-las seguindo adiante, resignados e agradecidos pela oportunidade bendita, e saireis vitoriosos no cumprimento das tarefas de cunho moral-espiritual.

Os trevosos engendram armadilhas contra vós, porém filhas, tendes a força para superá-las e, quando vossos corpos se machucarem, não permitais que vossas mentes se turvem ante a dor.

Uni-vos em torno do trabalho com Jesus! Uni-vos em torno das atividades cristãs, na prática doutrinário-mediúnica, pois o caos está instalado nos planos invisíveis, onde desembocam as almas que partem coletivamente, desajustadas com as Leis de Deus, ignorantes da vida plena da alma após a vida física, e necessitam do concurso daqueles que já alcançaram esclarecimento da vida além da vida, para aceitarem, com menor grau de dificuldade, o auxílio ofertado pelas Hostes da Luz, no plano invisível.

Trabalhai, irmãs, incansavelmente, na Seara de Deus, na Seara Espírita, recebendo os irmãos sofredores com amor e caridade, para que eles despertem e alcancem, por sua vez, o equilíbrio necessário para a evolução. São tantos os sofredores, aos milhares eles caminham convosco, tornando ainda mais dificultosa a vida na matéria.

Eis a mensagem que vos trazemos: trabalho e união.

Trabalhai, trabalhai, trabalhai, filhas amadas, eis o que vos resta nessa hora, para o vosso próprio progresso.

Salve a Força! Salve a Luz! Salve o Divino Mestre Jesus.

Mestre Ramatis

GESH – 03/05/2015 – Festival de Wesak – Jacaraipe – Serra, ES – Brasil

domingo, 21 de junho de 2015

Carta psicografada de Cássia Eller no “inferno” é divulgada e choca internautas


cassia eller 1100
Está circulando na internet e que seria uma psicografia de um médium ditada pela cantora Cássia Eller, morta no dia 29 de dezembro de 2001, aos 39 anos, após sofrer quatro paradas cardíacas.

Wilson Pinto, presidente do Lar de Frei Luiz, conhecido centro espírita de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, teria confirmado que a suposta carta foi escrita no centro, e que já recebeu psicografias de Chorão e Cazuza. “Não é a primeira desse tipo que recebemos. Já recebemos do Chorão, do Cazuza… é verdadeira. O que não é de nosso costume é a divulgação dessas psicografias, é um assunto interno da casa, não deveria ter vazado”, disse Wilson ao jornal EXTRA.

A publicação fez uma boa cobertura sobre a possível carta psicografada de Cássia Eller, entrevistando a ex-companheira de Cássia, Maria Eugênia Martins, o diretor de marketing da Federação Espírita Brasileira, João Rabelo, a mãe do cantor Cazuza, e o presidente da Rádio Rio de Janeiro Espírita, Gerson Monteiro.

Confira a carta na íntegra:

Se eu disser para vocês que o inferno existe, acreditem, pois eu estava mergulhada nele, de corpo e alma, num espaço sombrio e frio, bem interno do ser, dos pés à cabeça, sem tempo, sem luz, nem descanso e afogava-me, a cada segundo, num oceano de matéria viscosa que roubava até minha ilusória alegria… Naquele lugar não havia luz, somente nuvens cinza e chuvas com raios e trovões, gritos estridentes e desesperados, gemidos surdos, pedidos de socorro, lágrimas, desalento, tristeza e revolta…

Preciso descrever mais as cenas dantescas de animais que nos mastigavam e, em seguida, nos devoravam sem consumir nossos corpos; se é que posso dizer que aquilo, que sobrou de mim, era um corpo humano. Queria fugir para bem longe dali, mas tudo em vão, quanto mais me debatia no fluido grudento, mais me afundava e, quando alcançava, de novo, a superfície apavorante, mãos e garras afiadas faziam-me submergir naquele líquido pastoso e mal cheiroso.

Dragões lançavam chamas de suas bocas sujas e nos queimavam, machucando e estilhaçando a pouca consciência que me restava da lembrança de minha estada no corpo físico, neste planeta azul. Guardiões das trevas olhavam atentos seus presos e vigiavam todos os movimentos realizados naquele imenso espaço de sofrimentos, dores, lamentos, depressões, angústias e arrependimentos tardios…

O ar era ácido e provocava convulsões diversas.

Perguntava-me porque ali estava se nada fizera por merecer tão infeliz destino, depois de ser expulsa do corpo de carne através do uso maciço de drogas. A dúvida assaltava-me os raros momentos de raciocínio menos desequilibrado e as crises de abstinência trancavam todas as portas que dariam acesso à saída daquele campo de penitência de espíritos rebeldes e viciados com eu.

Os filmes de horror que assisti, quando encarnada, estariam ainda muito distantes dos padecimentos, pânicos, pavores e temores que ficariam para sempre registrados na minha memória mental, os piores dias que vivi até hoje, como joguete e marionete de forças que me escravizavam o ser, debilitado, fraco, desprovido de energias, suja, carente e chorosa.


Não me lembrava do que acontecera comigo… Quando o medo é maior que as necessidades básicas, a mente fica encarcerada num labirinto hipnótico e ‘torporizante’ de emoções truncadas e desconectadas da realidade… Assemelha-se a um pesadelo sem fim, sempre com final trágico e apavorante. Quando conseguia conciliar um pequeno tempo de sono; era imediatamente desperta por seres que me insultavam e xingavam, acusavam-me de suicida maldita e jogavam-me lama misturada com pedras… Insetos e anfíbios ajudavam a traçar o perfil horrendo dos anos que passei no umbral. Preciso escrever estas palavras para nunca mais me esquecer: ‘Com o fenômeno da morte, nós não vamos para o umbral, nós já estamos no umbral quando tentamos forjar as leis maiores da criação com nossas más intenções e tendências viciantes’.

Tudo fica registrado num diário mental que traça nosso destino futuro, no bem ou no mal. O umbral não fora criado por Deus; ele é de autoria dos espíritos que necessitam de um autêntico e genuíno estágio educativo em zonas inferiores, onde poderão se depurar de suas construções aleijadas no campo dos sentimentos e dos pensamentos disformes, mal estruturados e mal conduzidos por nossa irresponsabilidade, de mãos dadas com a imensa ignorância que nos faz seres infelizes e distantes da tão sonhada paz de consciência.

Após alguns anos umbralinos, despertei numa tarde serena, num campo verdejante e calmo. Não acreditava no que via, pois tudo, agora, parecia um sonho… Percebi, ao longe, o canto de uma ave que insistia em acordar-me daquele pesadelo no qual já me acostumava a viver; a morrer todos os dias… Seu canto era uma música que apaziguava meu coração e aguçava meus pensamentos na lembrança de como fui parar ali naquele campo gramado e repleto de árvores. Consegui sentar-me na relva e ao olhar todo aquele espaço natural, deparei-me com milhares de outros seres como eu, nas mesmas condições de debilidade moral, usufruindo, agora, de um bem que não merecia, mas vivia! Todos nós dormíamos e fomos despertos com música e preces em favor de todos os presentes…

A maioria era de jovens e adultos, poucos idosos e centenas de enfermeiros que olhavam atentos para nossos movimentos no gramado. Com seus olhos serenos, projetavam em nós a mansidão e a paz tão esperadas por nossos corações enfermos, débeis e carentes de atenção, de afeto e carinho.

Alguém me tocava, de leve, os ombros e chamava-me pelo nome, como se me conhecesse há muito tempo. Eu identifiquei aquela voz e ‘temia’ olhar para trás e confirmar minha impressão auditiva, era Cazuza todo de branco, como lindo enfermeiro, de cabelos cortados bem curtos e estendia suas mãos para que eu levantasse, caminhasse e conversasse um pouco em sua companhia. Não consegui me levantar, porque uma enxurrada de lágrimas vertia dos meus olhos, como nascente de rio descendo a montanha das dores que trazia no peito. Meu ídolo ali estava resgatando e cuidando de sua fã, debilitada e muito carente. Ele cantou pequena canção e tive a capacidade de avaliar o que Deus havia reservado para aqueles que feriam suas leis e buscavam consolo entre erros escabrosos e desconcertantes.

A misericórdia divina sempre conspira a nosso favor, nós desdenhamos do amor divino com nossas desatenções e desequilíbrios das emoções comprometedoras, que arranham e esmagam as mais puras sementes depositadas no ser imortal.

Aprendi palavras boas! Somente agora enxergo que sou espírito e que a vida continua e precisa seguir o curso natural das existências, como na roda-gigante: hora estamos aqui no alto; hora estamos aí embaixo encarnados. Daqui de cima, parece ser mais fácil compreender porque temos de respeitar as leis e descer num corpo físico para, igualmente, quando aí estivermos, conquistarmos, pelo trabalho no bem, a lucidez que explica porque há a reencarnação, filha da justiça divina.

Após um tempo no campo reconfortante, fui reconduzida para um hospital onde me recupero até hoje dos traumas e cicatrizes que criei no corpo do perispírito. As lesões que provoquei foram muito graves, passei por várias cirurgias espirituais e soube que minha próxima encarnação será dolorosa e expiarei asma, deficiência mental e tuberculose. Mesmo assim, estou reunindo forças para estudar, pois sempre guardamos, no inconsciente, todos os aprendizados conquistados. Reencarnarei numa comunidade carente no interior do Brasil e passarei por muitos reveses, para despertar em mim o valor da vida do espírito na pobreza e na doença crônica. Peço orações e a caridade dos corações que já sabem o que fazem e para onde desejam chegar. Invistam suas forças e energias espirituais em trabalhos de auxílio ao próximo e serão, naturalmente, felizes. Obrigada por me aceitarem como necessitada que sou!

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Sois mais influenciados pelos espíritos do que pensais




Vidência – Vejo uma pessoa andando na rua e, da sua cabeça, saem fios que estão ligados a outros seres no plano espiritual.

Vejo um homem com dez espíritos ligados a sua mente. Quando um desses espíritos tenta romper o fio, os outros entram em convulsão e o encarnado "surta", reagindo com violência a essa variação brusca de energia. Percebi que dentro deste grupo existem três espíritos com os fios muito finos, prestes a romper.

Porém essa situação dá-se também no sentido inverso, quando um encarnado que começa a sua transformação espiritual vai afinando os fios que o liga aos espíritos até rompê-los.

Irmãs, que a paz nos envolva!

A humanidade passa por variações psicológicas onde o contato cada vez mais próximo dos desencarnados em processo de desequilíbrio, acarreta para o conjunto da sociedade, os desajustes de comportamento que se verificam nas lides e convivências diárias.

A aproximação do Astro Intruso vem para aumentar esse caldeirão de sentimentos em descontrole. A massa humana, por sua insistência em acreditar que a vida lhe pertence e pode fazer dela o que quiser, atrai para si os seus iguais em comportamento.

O que vemos atualmente nas condutas aberrantes é o reflexo do que lhes falamos.

O "Orai e Vigiai" transformou-se na arma perfeita para o controle da vida alheia. As pessoas oram por si, para terem o melhor que o mundo pode oferecer e vigiam o próximo, para terem em mãos informações privilegiadas e, quem sabe, em uma oportunidade, acusar, chantagear e constranger o outro.

O aviltamento das palavras sábias do Mestre Jesus chega a tal situação, que se consegue, por meio da manipulação, usar as nobres palavras como a espada da sentença da justiça final.

Os que assim fazem, principalmente os dirigentes religiosos, atrairão por séculos as várias almas vinculadas a eles por conta da indução dos procedimentos, no uso incorreto das mensagens Divinas. Portanto, irmãos, é grande a responsabilidade daquele que comanda, não importando o cargo que exerça, seja ele religioso, profissional ou familiar. 

Os que estão sob sua orientação são aqueles que, no passado, foram levados a quedas e desvios na programação que tinha por objetivo a ascese espiritual.

É certo que todos possuem o livre arbítrio a lhes conduzir as ações e as decisões; no entanto, a força mental do líder é tão intensa por sua natureza de mando, que acaba por subjugar os mais fracos, fato que se pode comparar, por exemplo, à presa e a fera que a persegue.

Esse círculo vicioso continua até que um deles rompa esse quadro mórbido, e em outras oportunidades, em bases iguais, após várias reencarnações, consigam quebrar o fio tênue da imantação mental.

A lição, irmãos, é essa: sede comandantes das vossas mentes, ao acalentar uma ideia, submetei-a a Luz do Evangelho e, se assim o fizerdes, reflitais na repercussão das vossas decisões, procurando a harmonia entre o que se faz e o que é correto fazer. A partir daí, começa-se a quebra dos vínculos.

Como diz o Insigne Kardec: "Sois mais influenciados pelos espíritos do que pensais".

Irmãos, não existem dúvidas naquele que segue Jesus.

Psicólogo da Equipe de Joana de Angelis

GESH – 16/05/2015 – Vitória, ES – Brasil

Encarai os acontecimentos de cabeça erguida



Irmãos, no esforço contínuo do homem em superar as suas faltas, seus desenganos e suas dores, tudo causado pela rebeldia e pelo orgulho, ele passa por várias provas que visam a preparação do seu espírito para as tarefas a serem executadas durante as romagens do progresso.

Cada transformação sofrida por um planeta em sua mudança de categoria planetária, as convulsões que modificam seus aspectos físicos, os dias em que passa em total escuridão, os ajustes em seu eixo e em sua órbita, tudo faz parte de um programa minuciosamente planejada, com eventos cuidadosamente encadeados, perfeito e intenso em seu objetivo: converter um mundo de expiação e provas em um mundo de regeneração.

A humanidade não poderia estar distante desses acontecimentos planetários, pois é parte integrante e personagem principal das cenas e enredos que, estupefatos, sentem estar acontecendo para a conclusão do projeto Terra de 3ª dimensão.

Em vez de vos apegardes às dores das separações, de vos sentirdes desamparados diante da tristeza de perderdes os objetos de vossa estima ou a moradia conquistada à custa do suor de um trabalho exaustivo, encarai esses acontecimentos como a campanha de progresso a qual vos comprometestes diante dos Mestres que abalizaram vossa encarnação. Mantende-vos de cabeça erguida, fortes e perseverantes para que possais superar as provas pedidas por vós com mãos em súplica.

Cada etapa da transição que, aos poucos, ides superando, é uma vitória que conquistais e registrais nos livros de vossas vidas.

São provas aspérrimas, bem sabemos, mas também foram superlativas as dores causadas ao próximo e ao planeta ao longo de vossas existências.

Enfim, quando raiar um novo dia, após o isolamento imposto pela escuridão que envolverá a Terra, que saiam dos vossos lares e locais de abrigo, como a borboleta que desperta em nova condição, transformando-se numa trabalhadora incansável da natureza. Saiam dispostos ao trabalho, não olvidando as ações que vos situastes a estar entre ruínas humanas e materiais, pois a causa certamente encontra-se no vosso passado delituoso.

Aproveitai, irmãos, enquanto o relógio ainda dita vossos passos, para vos fortalecerdes nas duras tarefas que vos aguardam.

Estamos convosco, pois a mente não se apaga com o descerrar da escuridão e vossas súplicas chegam até nós. Na observância às ordens superiores, estaremos ao vosso lado.

Paz a todos.

Tuella
Extraterrestre Amiga

GESH – 21/04/2015 – Reunião Pública – Vitória, ES – Brasil

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Os chamamentos da escuridão encontram eco nos corações indecisos



Irmãs,

Salve o Cristo, aquele que nos guia.

Os chamamentos da escuridão, dos seres que percebem que há ambiente e momento favoráveis para a realização de seus propósitos, encontram eco nos corações dos indecisos, dos raivosos, dos ambiciosos e daqueles que se locupletam, dada a facilidade para agir na Terra, ante a larga expansão territorial que os esquerdistas ocupam no plano físico e no plano espiritual.

Os Núcleos de Luz que não resistirem aos ataques desses "mestres das sombras" irão, aos poucos e de maneira muito sutil, apagar o brilho da faixa de Luz que se forma quando o Alto conduz e envolve os seus trabalhos na Terra.

São vários pontos luminosos que vão, aos poucos, se apagando, como árvores natalinas no final dos festejos.

Percebemos que, do Abismo, mentes maquiavélicas conseguem ligar fios de comunicação a esses núcleos, que deveriam, por regra, manterem-se alertas.

A cautela deve sempre reinar ante novas empreitadas a serem implementadas, com muito tato e discrição, para não causar problemas entre os membros trabalhadores do Núcleo de Luz. Mesmo em um trabalho com bons propósitos, aconselha-se observar e analisar seu desenvolvimento. Se algum dos membros envolvidos na obra tiver uma percepção ou uma intuição mais apurada, poderá identificar e bloquear problemas gerados pelas forças das trevas que intentam levar ao chão um ideal Divino que se materializou no plano físico.

Os conselheiros espirituais - Guias, Mestres e Instrutores - avisam, indicam e reúnem, no plano astral, os responsáveis pelos Núcleos de Luz, para esclarecimento do que pode acontecer quando os ataques das forças involutivas encontram rachaduras na estrutura de suas casas, mostrando a necessidade de estarem sempre alertas para evitarem perigos. No entanto, na matéria, a mente da criatura é quem lhe dita o agir. Cabe a nós, ou impedir as intenções do encarnado, ou deixar a criatura agir, responsabilizando-se por seus atos.

No entanto, irmãs, o projeto que foi primeiramente edificado no plano astral para, a seguir, ser implementado no plano físico, prossegue com todo empenho, porque uma obra elaborada pelas Mentes Superiores, não pode ser conduzida por aqueles que ainda claudicam nas romagens terrenas, mesmo que estes acreditem terem sido os idealizadores da obra e que, portanto, podem tomar a decisão de encerrá-la.

Seguimos vossos passos, estamos em vossos pensamentos e guiamos os vossos corações.

Sabei, irmãs, que se o homem, por sua iniciativa, lançar por terra uma Obra Divina, ela continuará Divina e atuante nas paragens superiores e aqueles que a Ela estiverem ligados pelo coração, continuarão membros da seara de amor e caridade ao próximo.

Aos dois núcleos do GESJ, Vitória e Jacaraípe, alertamos e sugerimos prudência e astúcia, pois percebemos o que se passa em vossas mentes e já identificamos a qual trama sutil os inimigos da Luz envolvem os núcleos.

Tende fé e confiança, pois estamos juntos a vós.

Atafon

GESH – 10/04/2015 – Vitória, ES – Brasil

Disciplina e obediência nas tarefas espirituais



Paz sobre todos os quadrantes planetários. Paz também em vossos corações.

Irmã, vossa bravura proporcionou a defesa do Núcleo de Luz, arregimentando com vosso trabalho, número maior de seguidores do Cristo, irmãos que tombaram nas inúmeras batalhas que ocorreram no plano invisível e que, retomando a consciência, reconhecem a Força de Deus e procuram, através desta Casa, reiniciar o caminho de volta à Casa do Pai.

É este Exército que tem sido formado ao longo dos anos de batalhas empreendidas pelas Casas Servos de Jesus.

Os "altos comandos das Trevas" abandonam suas trincheiras seguras, suas Cidades Infernais, e partem para as linhas de frente, no ataque aos Cordeiros de Deus.

A Besta, ainda mais próxima da humanidade, em função de sua subida dos planos densos, acionada também pela aproximação maior do Astro Intruso, derrama sua negatividade sobre a Terra, alcançando mente e coração do ser humano desprovido da fé e da confiança no Pai Criador. E a humanidade tomba mais uma vez, em queda vertiginosa, atendendo aos apelos nefastos, tornando-se inacessível a Força do Amor do Cristo.

São muitos os Trabalhadores da Luz que acorrem para as coletividades humanas em busca dos seus pupilos, procurando despertá-los da ilusão da matéria e dos desejos infames de ódio e vingança, de poder e luxúria. No entanto, são almas que não se prepararam para o advento do "Juízo Final", displicentes no agir e no pensar, tornando-se as presas ideais da "força nefasta" que invade a Terra nessa hora suprema.

Atentai, irmãos, ao vosso redor, para os perigos que vos espreitam, pois as armadilhas, cada vez mais sutis, poderão surpreender-vos. Vigiai vossos pensamentos, palavras e ações. Disciplina e obediência nas tarefas espirituais, pois a Besta vos persegue e sua ronda permanece vigilante sobre os Filhos da Luz.

Erguei as espadas porque a luta intensa prossegue e somente aquele que se entregar ao amor do Cristo, sobreviverá ao caos e renascerá na Terra de Regeneração.

Jesus permanece com Seu Amor vibrante a vos envolver.

Salve a Força! Salve a Luz! Salve o Divino Mestre Jesus.

Paz em vossos corações.
 
Comandante Ashtar Sheran

GESH – 21/02/2015 – Vigília Jacaraipe – Serra, ES – Brasil

Tende fé e confiança



Salve Jesus!

Irmãs, filhas amadas, recrudescem intensamente as lutas na Terra. Nos planos invisíveis, batalhas são travadas dia e noite, sem cessar, pois hordas de "seres bestiais" tentam sintonia com os encarnados, invadindo coletividades inteiras, provocando violência, brutalidade; acicatam as más tendências das criaturas humanas invigilantes, destruindo lares, ceifando vidas.

O Exército de Jesus avança pelos campos tenebrosos, escuros, onde o Exército das Trevas organiza-se para invasões aos círculos da Terra dos encarnados. Vindes, filhas amadas, participando das lutas ferozes no plano invisível, pois inscreveste-vos voluntariamente no Exército da Luz e fostes treinadas por longo tempo pelas Hostes Superiores, responsáveis pela condução dos Guerreiros da Luz.

Vossos corpos espirituais sempre se apresentam feridos e as sequelas dos ferimentos que se manifestam no corpo físico, muitas das vezes, aceleram o desencadeamento de doenças que poderiam se manifestar em momentos outros. Os embates intensos no plano invisível provocam este mal-estar que sentis na matéria.

Porém filhas, no trabalho que realizais nos dois planos da vida, encontra-se a oportunidade bendita de limpeza de vossas almas, que há milênios foram resgatadas da escuridão para a Luz.

É o momento de dedicardes à vossa alma o tempo precioso que vos resta na matéria.

Os ataques são intensos aos Núcleos de Luz que permanecem firmes, traduzindo em trabalho a fé em Jesus e em Suas Hostes Divinas, que conduzem a humanidade.

A Transição Planetária avança em alta velocidade e os acontecimentos dramáticos se tornarão cada vez mais corriqueiros em todo o Mundo.

Tende fé e confiança, pois estamos convosco em todos os momentos, sustentando-vos em vossas lutas íntimas, conduzindo-vos e amparando-vos nas múltiplas tarefas que realizais nos dois planos da vida.

Vosso Mestre Shama Hare convosco.

Abençoo-vos o esforço conjunto de trabalho e tende a certeza de que cada tarefa cumprida é mais uma vitória do espírito na superação dos erros do passado, através da disciplina e da obediência no trabalho redentor.

Salve Jesus! Salve a Luz que nos guia. Salve a paz.

Mestre Shama Hare

GESH – 22/05/2015 – Vitória, ES – Brasil

É tempo de servir, trabalhar e perdoar sempre



Filhas amadas, a paz seja convosco!

Viestes a este Planeta, expulsas de outro orbe, e aqui aportastes com a alma repleta de sombras e desvios. 

Conheceis muito bem essa história! Porém, irmãs amadas, é no trabalho realizado a partir do ponto em que mudastes das "Trevas para a Luz", que vindes desenvolvendo a consciência, modificando a concepção de ser e de evoluir.

Nesse momento, as oportunidades se multiplicam para que possais alcançar um degrau acima da dimensão de Planeta de Expiação e Provas.

Muita atenção agora, pois não é a primeira vez que percorreis esse caminho! Outrora, em condições semelhantes, também trilhastes a jornada iniciática e tivestes a oportunidade de dar o grande salto, há muito desejado por nós e, no entanto, desististes, alegando não terdes forças para enfrentardes o trabalho e a mudança necessária de comportamento para alcançar uma condição espiritual melhor.

O trabalho é intenso. Porém, filhas, é o que vos cabe nessa hora: enfrentar a jornada terrena e servir na seara Divina, como portadoras das mensagens de Luz que alcançam todos os pontos do orbe, despertando outras consciências que, como vós, merecem ser despertadas para a evolução.

Não deixeis que o cansaço, a dúvida ou o desânimo impeçam a vossa presença no Serviço Espiritual!

Não vos apegueis em demasia aos quadros, emitidos por nós, da quantidade de mensagens que tendes a receber. Concentrai vossas forças em servir!

Servi de instrumento das Forças do Bem em benefício da Terra e dos seus habitantes, pois cada palavra escrita possui carga energética suficiente para alcançar qualquer pessoa do mundo que a acessar.

Os mecanismos para aderir a energia à matéria, não deveis tentar compreende-los, pois estão acima da vossa capacidade de entendimento. Entretanto, podereis sentir a Força do Amor que enviamos, podereis sentir nossa presença convosco, impulsionando-vos ao trabalho e ao progresso.

Não desistais agora, quando falta pouco para o grande reencontro da nossa família espiritual, aquela que procuramos reunir há milênios.

Estamos convosco, filhas, despertando vossas consciências, abrindo vossos chacras, para que, cada vez mais em sintonia conosco, possais transmitir nossas palavras aos irmãos de humanidade que, nesse momento, sofrem as consequências dolorosas da sua semeadura imprevidente na Terra.

É tempo de servir, trabalhar e perdoar sempre.

Colocamo-nos ao vosso dispor para questionamentos, se assim o desejarem filhas.

P – Primeiro, Mestre Ramatis, queria agradecer a presença do Senhor e reafirmar o nosso amor. Agradecer pela paciência em nos conduzir.

Uma parte do que o Senhor falou eu entendi como se direcionada a mim, no que tange às mensagens, porque aquela vidência que eu tive ontem, do quadro, das tabelas, do que estava programado para ser enviado. Eu senti isso hoje, causou-me uma ansiedade muito grande, de não estar correspondendo, pela quantidade de mensagens que teriam que ser repassadas à humanidade.

Diante das palavras do Senhor, estou mais conformada em não me apegar à quantidade, mas trabalhar, independente disso.

Mestre Ramatis – Discípula, não vos amargureis pelo tempo perdido, pois se aqui chegastes nessa hora, bendita seja a oportunidade de servir!

Empregai vossos esforços e vossas energias, dedicando vosso tempo ao trabalho espiritual, à caridade anônima, e ao amor ao próximo.

Não deveis repelir nossa presença quando nos aproximamos, pois todas vós sois merecedoras de receber, de nós, palavras traduzidas em mensagens, para serem lançadas à humanidade.

A transformação verdadeira da criatura é percebida quando ela despoja de si mesma em benefício do próximo, quer seja um ente querido ou não.

A humanidade está carente de amor e de paz, portanto aquele que já despertou, pratique as lições de amor, caridade e perdão, emitindo de si mesmo as vibrações superiores para o ambiente planetário, contribuindo para amenizar as descargas deletérias negativas que assolam todo o Planeta.

Jesus abençoe todas vós.

Salve Jesus! Salve o amor! Salve a paz!

Mestre Ramatis

GESH – 16/05/2015 – Vitória, ES – Brasil

O Ciclo Planetário chega ao fim



Dos discípulos que procuramos reunir nesta existência, pequena parcela aderiu ao nosso chamado.

Em todas as religiões os buscamos e, ouvindo a nossa voz em seu íntimo, recusaram-se a aceitar os Postulados Maiores, que trazem transformação e evolução para a alma.

Eis que o Ciclo Planetário chega ao fim, anunciado em todas as religiões, em todos os templos. Porém, incrédulos, os seres humanos seguem sua marcha, apegados demasiadamente à forma transitória do mundo material.

Negligenciando as lições do espírito imortal, adentram, então, o "final deste ciclo planetário", com suas almas ainda muito densas, perturbados em suas emoções, não distinguindo com clareza o caminho que lhes mostramos, iluminando a saída do vale escuro do atraso e da ignorância espiritual.

Discípulas amadas, vindes trilhando o caminho das descobertas, do conhecimento e da transformação. Margarida, enquanto instrutora, estimulou em vosso íntimo o dínamo da vontade e, por consequência, vosso desejo de progredir.

Muitas vezes tivestes oportunidades como esta, de impulsionar a vitória do espirito sobre a matéria. No entanto, em algum momento, deixaste-vos arrastar pelos sentimentos menos dignos, pelos apegos vãos, pelas ilusões materiais. Esta é a encarnação chave e, disto, devereis ter consciência.
Os Mestres Ascensionados derramam ondas de amor, compaixão e fraternidade entre os seres humanos. Suas Luzes benditas inundam todas as esferas da vida, trazendo conforto e coragem, determinação e paz para aqueles que já se encontram na faixa do despertamento da consciência.

Cada discípulo que escuta seu Mestre ganha força e coragem para seguir em frente.

As luzes dos Mundos Intraterrenos jorram e se espalham pela superfície da Terra, chamando os seres humanos que desejam habitar um Mundo Novo para adentrarem seus Portais de Luz e serem recebidos amorosamente pelas mãos amigas dos irmãos Intraterrenos, tantos quantos aceitarem o chamado para a renovação.

Os Seres Extraterrenos, amigos de sempre, trabalham incansavelmente junto as Hostes de Luz pelo saneamento da Terra e pelo despertamento das consciências daqueles que se encontram acessíveis à Luz. Derramam mensagens de alerta acerca dos equívocos praticados pelas insanidades humanas, alertam que o Planeta se encontra nos seus estertores finais, para morrer nesta dimensão de sofrimento e renascer vitorioso, além das sombras e trevas que o envolvem.

No entanto, esta humanidade prossegue nas lutas fratricidas, na violência desmedida, no ódio, na vingança, na luxúria, no desrespeito total às Leis Maiores.

Aonde ireis irmãos, com tamanha loucura?

Acaso vos julgais indestrutíveis?

Irmãos, nada sois! E, na dimensão em que vos encontrais, sois apenas transitórias criaturas que recebem a oportunidade de trafegar, momentaneamente, para que vosso espírito milenar e eterno se esqueça das culpas, e transforme os erros em virtudes que impulsionem vossas almas ao progresso.

A transitoriedade da vida material deveria fazer com que vossos pensamentos se voltassem para o espírito eterno, no entanto, desprezais a alma, vivendo exclusivamente para as satisfações materiais.

Viveis a separação do joio e do trigo, dos esquerdistas e direitistas do Cristo; lobos e ovelhas definem-se nos campos de luta da Terra, e somente a prática do Evangelho do Cristo, de amor, perdão, caridade e fraternidade poderá vos libertar do mundo transitório das formas.

Discípulos amados, trabalhai em nome de Jesus, renovando vossas forças a cada dia no trabalho redentor, pois somente assim, nos encontraremos nos planos etéreos, onde luz eterna cintila e vibra o amor e a paz.

Não podeis abandonar as tarefas espirituais sem que prejuízos profundos abalem vossa alma, comprometendo vosso progresso espiritual.

Não julgueis, para não serdes julgados, pois na mesma medida que medirdes sereis medidos.

Não procureis enxergar a trava no olho do próximo, enquanto um argueiro encontrar-se cobrindo vosso olhar.

Trabalhai, simplesmente, sem julgamentos, depositando vossa fé e confiança naqueles que vos guiam do lado de cá, pois a Luz perene do Cristo incide sobre vós, conduzindo-vos no trabalho na Casa Espirita e na transformação de vossas almas.

Trabalhai, trabalhai, trabalhai, eis o que vos resta nesse momento de fechamento do Ciclo Planetário.

Catástrofes naturais serão desencadeadas, uma após a outra, até que o Planeta inteiro seja abalado e o eixo da Terra retorne a vertical, transformando completamente o mundo, transferindo sua humanidade para locais afins com sua consciência.

Não tenhais medo de servir à causa maior do Cristo.

Amai e servi, e tudo o mais virá por acréscimo de misericórdia do Pai.

Seguimos convosco, amando-vos e aguardando-vos ao final da jornada.

Salve Jesus! Salve o Amor! Salve a Paz.

Mestre Ramatis

GESH – 03/05/2015 – Festival de Wesak – Jacaraipe – Serra, ES – Brasil

domingo, 7 de junho de 2015

Deixo convosco Meu Amor




Queridos discípulos, a paz vos trazemos, e, em nosso amor vos envolvemos.

Quem vos fala é vosso Mestre Ramatis. Venho reafirmar o meu amor e a minha presença entre vós, conduzindo-vos na jornada terrena, guiando-vos através dos trabalhos de cunho espiritual libertador.

Bem sabeis que muitos milênios rolaram na esteira do tempo até que aqui pudésseis chegar, com disposições salutares firmes de progresso e evolução.

Notamos, em vossas almas, o brilho daqueles espíritos que já galgaram a compreensão de que a evolução é necessária e urgente, predispostos a servir ao Cristo, hasteando a Sua bandeira em vosso coração. Há muito, vimos vos preparando para os momentos dolorosos que viveis na Terra. 

O sangue fartamente derramado dos irmãos de humanidade, encharca o chão, abrindo brecha para que a Fera, utilizando os canais negros, envie sua força; e, sua presença cada vez mais próxima, conduz as mentes desgovernadas dos seres humanos.

O processo avançado do "Juízo Final" clama pela renovação urgente dos direitistas do Cristo.

Não há outro caminho, que não seja, o trabalho na Seara do Divino Mestre Jesus.

Despojai-vos do medo, da dúvida e da desconfiança, e segui amando e transformando vossas almas, pois o momento é grave e as transformações intensas já vos alcançaram no planeta Terra.

Aqui estamos e aqui permaneceremos convosco até o fim dos tempos.

Em outra oportunidade, manifestar-nos-emos e nos colocaremos ao vosso dispor para o diálogo fraterno. No momento deixo convosco Meu amor e que a paz seja convosco.

Jesus, nosso Mestre Maior, vos sustente hoje e sempre.

 
Mestre Ramatis
GESJ – 07/02/2015 – Reunião de Diretoria – Vitória, ES – Brasil

FIM DOS TEMPOS



A fé esfriará; e muitos buscarão o Cristo, e não o encontrarão, nem nas casas nem no deserto!...

Ismael de Almeida

E ouvireis falar de guerra e rumores de guerra, e os corações de alguns endurecerão como pedras; e se perderá o direito de ir e vir, por que o abutre estará à espreita em cada canto das cidades; a vida perderá o valor e a arma assassina da crueldade ceifará vidas inocentes; a mentira e a hipocrisia ganharão pedestais; e a astúcia será tida como bem; a negligência campeará; e a sustentação da vida perderá o equilíbrio, porque a balança penderá pelo lado da negligência e do mal; e haverá muitas lágrimas que não serão vistas; o desânimo se apoderará de muitos; e muitos esfriarão sua fé em Deus!...

Bandos armados lutarão contra bandos armados, e muitos terão a vida ceifada; lares serão destruídos pela loucura humana; e famílias migrarão em busca de segurança, para territórios vizinhos; a religião do homem será o pedestal de ouro; e lábios maculados falarão de Deus, e seus corpos mentirosos dançarão em trejeitos de hipocrisia; e a busca de Deus cederá lugar para a busca da prosperidade a qualquer custo, e os bens da matéria serão adorados no altar da vileza; e se darão falsos testemunhos; e os homens enfermos e carentes andarão daqui para ali, em busca de sustentação e apoio; a Fé esfriará; e alguns se voltarão contra outros; para enganar os simples, afirmando que Deus só pode ser encontrado em sua COMUNIDADE, e muitos acreditarão!...E chorarão depois no vazio da solidão!...

E o homem não servirá a nação, mas porá a nação a seu serviço; e a obscuridade nublará as consciências de muitos; o roubo será avassalado; consciências serão anestesiadas pelo interesse vil; e o justo sentirá vergonha!...
*

“Não há um mestre ausente da escola do mundo, mas sim aprendizes que fogem indefinidamente à lição”. --- EMMANUEL – CHICO XAVIER.

*

E neste momento de encruzilhada da existência humana, EMMANUEL acende um luzeiro nos corações dos amigos de Jesus, e pede compreensão e oração, porque um novo dia nascerá no horizonte do tempo, iluminado e acolhedor. Eis as palavras de EMMANUEL: “Guardas talvez a dor de fracassos sofridos... Lutaste, mas perdeste; o que mais desejavas; entretanto, não temas; volve ao trabalho e espera; entenderás aos poucos que o fracasso foi bênção; toda noite anuncia a vitória da luz; o sofrimento em si é um recado de Deus”!

Servidores da Luz, “ORAI E VIGIAI”!

PAZ E LUZ!

UMA MENSAGEM DE ESPERANÇA PARA OS DIAS DE HOJE Eurípedes Barsanulfo




 "Pátria bem amada ouvi o meu canto de gratidão! 

Teus ubérrimos campos sustentam a vida. Tuas planícies ubertosas festejam a natureza em corolas perfumadas e multicoloridas.

Teus flumes da cor da prata, da ocra, do âmbar e do cristal, serpenteiam caudalosos e fartos. 

Teus mares de safira e esmeralda escondem ricos tesouros. Tuas verdosas florestas acolhem a flora e a fauna exuberantes que, em tudo, revelam o Criador. Em teus céus, coalhados de rútilas estrelas, lucila o cruzeiro como sinal astronômico para a redenção. 

Mas se os teus recursos naturais enchem-nos de admiração, é o povo, especialmente, que desejamos exaltar. Brasileiros, filhos desta nobre nação, ante as lutas da vida apresentai-vos intrépidos. Desde que Cabral, capitaneando as naus do descobrimento, ostentando a cruz e o ideal dos templários, rompeu o Atlântico, a terra de Pindorama fez raiar o sol do Novo Mundo. 

À parte as críticas pertinentes à História, o Brasil tem por função a espiritualização dos homens. Então, brasileiros, ouvi, levantai-vos, pois vossa missão é a fraternidade universal. Entre os astros de primeira grandeza, incrustados no panteão de nossas conquistas, há um povo cuja tarefa não pode mais tardar! Um país continental, de programação, de espírito e verdade, carece de braços e heróis. Não nas ideologias dominantes, em que a propagação do "heroísmo" interesseiro entorpece as massas, refiro-me ao heroísmo pessoal em benefício da construção de uma nação verdadeira. 

Mas, no panorama político, alguém recorda: – A corrupção nos açoita como látego cruel a fazer correr o sangue das multidões! – A tortura dos tiranos modernos, nas manobras da economia, parece-nos esfacelar o corpo e traspassar a alma com a lâmina da beligerância. Tratai de acalmar-vos! 

Uma pátria verdadeira não se constrói sem suor e lágrimas. Um Brasil, legitimamente nacional, é construção de todos nós! Um estado que sirva à humanidade, e dela recolha representantes da honestidade e do patriotismo real, é sonho que se sonha na coletividade. Por isso, longe de atacarmos, ferirmos, revolucionarmos com armas, convém contribuir, democraticamente, usando a educação intelecto moral por instrumento de renovação social.

Espíritas brasileiros, oferecei vossa contribuição ao Brasil: – Trabalho honesto; – Vivência dos valores cristãos no lar; – Respeito às diferenças; – Misericórdia para os falidos; – Educação, cortesia, gentileza; – Amizade, fé racional; – Entendimento correto do Espiritismo; Isso, está ao nosso alcance! Um Brasil melhor começa com nosso compromisso de bem viver. A violência assusta e enche-nos de indignação! Os hospitais públicos fazem pensar, aos desavisados, que Deus esqueceu-se dos pobres e desesperançados! As escolas, em território nacional, abandonadas muitas, miseráveis outras, fazem crer, aos olhos meramente materialistas, que o povo está desamparado. 

Se a caixa de Pandora está aberta, convidando os homens à auto superação, lembrai-vos da esperança! Dia virá em que a nossa terra despertará! Ainda vivemos o pesadelo dos exploradores, mas a nação, composta por almas devotadas, sonhará com a liberdade das amarras do poder e a responsabilidade fará surgir um novo Grito, em cada um de nós, e o clamor dessa nova Independência, num Ipiranga de confiança, nos conduzirá na construção de um Brasil mais justo e nobre! O brado novel, porém, diferente do de outrora, retumbará mais forte: Brasil Pátria do Evangelho! 

Brasileiros, irmãos, bendizei esta terra, amai-a! Entidades maiores clamam a Deus pelo renascimento e rogam o Brasil por honra de trabalho. Muitos colonizadores retornarão das campas, para devolver ao povo o que ao povo pertence por direito. Mas trabalhai, colaborai, vossa bandeira tem de ser o labor! Vossos filhos ganharão letras, honrarão a ciência, permanecerão em solo nacional e a nossa gente contribuirá para uma grande renovação social.

Vede, espíritas, quanto bem feito no mundo! Se as trevas nos espreitam, nos estertores de um tempo que se esgota, a luz surge triunfante! Em toda parte há obras de benemerência, muitas outras virão! A aristocracia intelecto moral, promulgada por Kardec, haverá de ser uma realidade. A ética será uma necessidade entre as nações e a economia, necessariamente, trará a fraternidade. 

Por uma questão de sobrevivência, os povos aprenderão a respeitar-se, reciprocamente! Brasileiros, nada de abandonar a nossa terra, nada de desertar da batalha! Sois os soldados do Cristo, apresentai-vos: – Vossa arma? A inteligência; – Vosso escudo? A fé; – Vosso elmo? A oração; – Vossa lança? O trabalho; – Vossa luta? A renovação moral; – Vosso comandante? Jesus; – Vossa musa? A Verdade! Avante, irmãos! Nenhum brasileiro renasceu por acidente! Todos nós temos uma programação! Ouvi o Hino Nacional, irmãos, e vede que Manuel da Silva e Duque Estrada foram guiados por seres invisíveis a grafar, em acordes de luz com letra de estupenda beleza, o destino da nação. Fazei deste poema cantante, clarim da verdade, vossa prece diária. 

E quando orardes assim, cheios de certeza, sabei que os ministros do Senhor conhecem o Brasil! Estudantes, acadêmicos, professores, médicos, cientistas, advogados, políticos, legisladores, religiosos, trabalhadores, gente do povo, irmãos, levantai! Carregai n'alma o nosso pendão! A flâmula verde-louro, representa o ideal que todos devemos perseguir: Ordem e Progresso! Que as vinte e seis unidades federativas e o Distrito Federal, estrelas fulgentes de um céu anilado, representem e exaltem, com honestidade soberana, a nação! 

E nós, o povo, encarnado e desencarnado, laboremos com afinco, mantendo-nos honestos e fraternos onde a vida nos colocou. Irmãos, há uma infinidade de espíritos que se sentem brasileiros (pelo amor que devotam a esta pátria) envolvendo-vos! Aos espíritas deste solo, e aos que aqui vieram ter, coragem, avante! A doutrina nos ilumina, façamos, portanto, luz! O Espiritismo nos esclarece, comportemo-nos, então, com equilíbrio! O Consolador nos estimula, marchemos, assim, impávidos! Mas, o Mestre vos conclama e a todos auxilia, convicto da transformação! 

Enchamo-nos de ânimo, pois que o Brasil necessita de sua brava gente, plena de fé, esperança e caridade. Quando em vossas reflexões mais profundas sobre a pátria que vos acolhe, olhai para o alto e sabei: de paramos de glória, o Cristo, contando convosco, guia o Brasil!"  
  
Eurípedes Barsanulfo (Mensagem psicografada pelo médium Emanuel Cristiano em reunião da noite de 21/4/2013, no Centro Espírita Allan Kardec, de Campinas) 
Sigamos o exemplo da borboleta e façamos a nossa metamorfose para uma vida plena de alegria, felicidade e abundância . Eu Sou Irene " Empreendedora Digital, Humanista e Espiritualista Eleita Cidadã Planetária Pelo Projeto Vôo da Águia Eu Sou Irene