Alegria sempre em nossos corações . . . Muita Paz Saúde Luz e Amor .... Alegria sempre em nossos corações  Muita Paz Saúde Luz e Amor

sábado, 28 de setembro de 2013

Todo aprisionamento restringe o amor, o progresso e a vida



Confrades espíritas.

Libertai-vos das amarras constrangedoras do poder, que não traz o "conhecimento". Lembrai-vos que o universo é infinito na produção das Lições Sublimes do Amor de Deus.

Meditai, não apenas nas palavras que vos leguei com o auxílio dos Irmãos Maiores, mas, sobretudo, naquelas que não foram ditas, pois ainda não podíamos compreendê-las.

É hora de enxergar além do visível, o conhecimento que nos rodeia e que sustenta nossa maravilhosa jornada de vida.

Entendei, no mais profundo da alma, que amar é libertar; e que todo aprisionamento restringe o amor, o progresso e a vida.

Trabalhai na libertação de vossas mentes das amarras dos preconceitos, do juízo infundado e da condenação precipitada.

Não é a prudência que fala em vossos corações, é o medo que sussurra traiçoeiro em vossas mentes.

Só aquele que se encontra seguro, das Lições Abençoadas do Rabi da Galileia, está fortalecido para seguir adiante e receber, no coração, as lições seguintes, escritas no "livro da vida" e destinadas à humanidade, como capítulo de elevada sabedoria e dedicado amor dos Mestres Ascencionados.

Meditai, confrades e amigos, o tempo urge, e sois chamados a testemunhar as mudanças profundas, pelo desapego do velho em favor do novo que vos bate à porta.

A velocidade com que vos chegam os novos referenciais espiritistas, decorre da velocidade acentuada, com que se degrada a sociedade hodierna.

Pela paz entre os homens trabalhamos ontem, pela paz trabalhamos hoje.

Confiantes de que, nas Lições Sublimes, encontrareis os Portais de Luz, convidando adentrar nas Moradas Superiores do Conhecimento Universal.

Nós vos deixamos, desejando paz e ventura entre irmãos.

Allan Kardec

GESH – 28/06/2013 – Vitória, ES – Brasil

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Transtornos mediúnicos e tratamentos

Muitas pessoas me procuram para saber como tratar a mediunidade e os transtornos que ela produz quando desequilibrada. Buscam ajuda e esclarecimento.
Depressão, transtorno bipolar, síndrome do pânico, enfermidades crônicas e outros sintomas que se relacionam à mediunidade, às vidas passadas e à sintonia vibratória do espírito.
Os desequilíbrios psicológicos, assim como todas as desarmonias da alma, ultrapassam as barreiras do conhecimento científico e tendem a ser desprezados em sua essência.
O espírito ao reencarnar traz em seu corpo astral, a bagagem adquirida nas vidas passadas, que influencia na formação de seus corpos físico e energético, determinando suas características e particularidades.
As predisposições mediúnicas dependerão da organização que houver entre seus corpos físico, energético e astral e ecoarão conforme o padrão vibratório do espírito, que sintonizará com situações e energias simpáticas à sua.
Na vida atual, a mediunidade pode também adquirir aspectos diferenciados, concomitantemente às situações traumáticas e processos obsessivos, que desencadeiam a descompensação vibratória dos corpos dimensionais e o rasgo da tela fluídica que protege das invasões energéticas. A esse tipo de mediunidade chamamos de fundo mediúnico. Quando tratado o desequilíbrio, os sintomas mediúnicos cessam.
Outra categoria mediúnica, é aquela que se desenvolve naturalmente, nos espíritos que se dedicam a solidariedade e a transformação interior, dilatando a percepção espiritual à medida que evoluem.
Entretanto é na mediunidade expiatória, chamada também como mediunidade de prova, que o espírito tem a oportunidade de resgatar seus débitos passados e expurgar as máculas que carrega em seu corpo astral, através do trabalho mediúnico. É uma mediunidade compulsória e tem que ser educada.
A sintonia com outros espíritos se faz através dos pensamentos, sentimentos e atitudes. Captam-se pelos chacras, emanações energéticas do ambiente e dos espíritos encarnados e desencarnados.
Na mediunidade de prova e no fundo mediúnico, o corpo energético encontra-se muito aberto e suscetível às influências externas e quase sempre, o médium não tem consciência de como lidar com a situação. Torna-se um joguete dessas emanações fluídicas e passa a desenvolver uma série de desequilíbrios físicos e psicológicos.
A falta de domínio sobre si mesmo, coloca o médium sob a tortura dos obsessores espirituais, das energias deletérias e pesadas. Imerso em sua sintonia negativa, remanescente de seu passado e vinculado muitas vezes às falanges de espíritos sofredores, ele não encontra forças para escapar dessa situação.
A aproximação de um espírito desencarnado pode causar ao médium não esclarecido, entre outras coisas, a síndrome do pânico que provoca a liberação de hormônios como a adrenalina e noradrenalina, produzindo uma série de sintomas desagradáveis.
No caso do médium de prova, que possui uma mediunidade ostensiva, há uma disposição peculiar dos corpos físico, energético e perispiritual que desencadeiam a síndrome, sempre que ocorre o envolvimento espiritual.
O médium terá que tomar as rédeas de sua mediunidade pela educação e desenvolvimento.
O desenvolvimento mediúnico se faz através da observação de si mesmo e do ambiente; do treinamento da autopercepção e da sensibilidade para distinguir a própria energia de outras energias circundantes e da transformação interior que altera o padrão vibratório e o sintoniza com as esferas superiores, tornando a mediunidade produtiva.
Pela observação de si mesmo, pode-se perceber as próprias emoções, os conflitos internos, a responsabilidade sobre sua situação atual. Tomar posse e consciência de si, comunicar-se com seus sentimentos e com seu corpo, vivenciar o seu próprio ser.
A psicoterapia transpessoal, as técnicas energéticas da acupuntura e dos passes magnéticos de dispersão e equilíbrio, as práticas meditativas, os florais e a água fluidificada são os tratamentos mais indicados para promover a harmonização e a saúde do médium.
Nadya Prem
Imagem Internet Google - gratidão ao autor.

domingo, 22 de setembro de 2013

Irmãos amados

 No Sermão da Montanha


É chegada a hora de dar testemunho de fé.
O mundo apresenta-se entre quadros dolorosos da convivência humana.
A intolerância faz morada nos corações empedernidos; a loucura expande-se nas mentes despreparadas; a dor açoita as almas aflitas dos cordeiros que vivem entre lobos.
Elevando o pensamento a Deus, muitos buscam compreender o significado dos pesados fardos, que a custo de muito esforço carregam.
Porém, vem de Jesus, o Mestre Nazareno, a mensagem confortadora do Seu "Sermão da Montanha", que ditou-nos os comportamentos que deveríamos adotar para com Ele estar:
"Bem aventurados os mansos, pois herdarão a Terra".
Falou também da resignação, que nos leva a abraçar as almas imperfeitas, com o consentimento do coração, na aceitação dos "tempos de dores", sem revoltas ou rebeldias.
"Bem aventurados os que sofrem perseguição por Sua Causa, pois encontrarão justiça".
Bem aventurados os que perseveram na fé, pois descobrirão que o Pai jamais abandona Seus filhos, que hoje colhem o que ontem plantaram e amanhã viverão sob a colheita da paz, que hoje semearem.
Coragem e perseverança sejam vossa inspiração. Tudo passa. As dores que agora viveis também passarão, e suas cicatrizes serão lembranças de tempos, que não mais voltarão a vos ferir a alma em ascese angelical.
Que a Presença do Rabi Amado, Baluarte de Luz, seja vosso guia hoje e sempre.
André Luiz

GESH – 05/07/2013 – Vitória, ES – Brasil

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O Evangelho Segundo o Espiritismo. Bem aventurados os pobres de espírito. Item 12 - O orgulho e a humildade


12. Homens, por que vos queixais das calamidades que vós mesmos amontoastes sobre as vossas cabeças? Desprezastes a santa e divina moral do Cristo; não vos espanteis, pois, de que a taça da iniqüidade haja transbordado de todos os lados.

Generaliza-se o mal-estar. A quem inculpar, senão a vós que incessantemente procurais esmagar-vos uns aos outros? Não podeis ser felizes, sem mútua benevolência; mas, como pode a benevolência coexistir com o orgulho? O orgulho, eis a fonte de todos os vossos males. Aplicai-vos,
portanto, em destruí-lo, se não lhe quiserdes perpetuar as funestas conseqüências. Um único meio se vos oferece para isso, mas infalível: tomardes para regra invariável do vosso proceder a lei do Cristo, lei que tendes repelido ou falseado em sua interpretação.

Por que haveis de ter em maior estima o que brilha e encanta os olhos, do que o que toca o coração? Por que fazeis do vício na opulência objeto das vossas adulações, ao passo que desdenhais do verdadeiro mérito na obscuridade?

Apresente-se em qualquer parte um rico debochado, perdido de corpo e alma, e todas as portas se lhe abrem, todas as atenções são para ele, enquanto ao homem de bem, que vive do seu trabalho, mal se dignam todos de saudá-lo com ar de proteção. Quando a consideração dispensada aos outros se mede pelo ouro que possuem ou pelo nome de que usam, que interesse podem eles ter em se corrigirem de seus defeitos?

Dar-se-ia o inverso, se a opinião geral fustigasse o vício dourado, tanto quanto o vício em andrajos; mas, o orgulho se mostra indulgente para com tudo o que o lisonjeia. Século de cupidez e de dinheiro, dizeis. Sem dúvida; mas por que deixastes que as necessidades materiais sobrepujassem o bom-senso e a razão? Por que há de cada um querer elevar-se acima de seu irmão? Desse fato sofre hoje a sociedade as conseqüências.

Não esqueçais que tal estado de coisas é sempre sinal certo de decadência moral. Quando o orgulho chega ao extremo, tem-se um indício de queda próxima, porquanto Deus nunca deixa de educar os soberbos. Se por vezes consente que eles subam, é para lhes dar tempo à reflexão e a que se emendem, sob os golpes que de quando em quando lhes desfere no orgulho para os advertir. Mas, em lugar de se humilharem, eles se revoltam. Então, cheia a medida, Deus os educa completamente e tanto mais horrível lhes é a queda, quanto mais alto hajam subido.

Pobre raça humana, cujo egoísmo corrompeu todas as sendas, toma novamente coragem, apesar de tudo. Em sua misericórdia infinita, Deus te envia poderoso remédio para os teus males, um inesperado socorro à tua miséria. Abre os olhos à luz: aqui estão as almas dos que já não vivem na Terra e que te vêm chamar ao cumprimento dos deveres reais. Eles te dirão, com a autoridade da experiência, quanto as vaidades e as grandezas da vossa passageira existência são mesquinhas a par da eternidade. Dir-te-ão que, lá, o maior é aquele que haja sido o mais humilde entre os pequenos deste mundo; que aquele que mais amou os seus irmãos será também o mais amado no céu; que os poderosos da Terra, se abusaram da sua autoridade, ver-se-ão reduzidos a obedecer aos seus servos; que, finalmente, a humildade e a caridade, irmãs que andam sempre de mãos dadas, são os meios mais eficazes de se obter graça diante do Eterno. 

Adolfo, bispo de Argel. (Marmande, 1862.)

O Evangelho Segundo o Espiritismo. Bem Aventurados os Pobres de Espírito. Instruções dos Espíritos. Itens 11 - O Orgulho e a Humildade


11. Que a paz do Senhor seja convosco, meus queridos amigos! Aqui venho para encorajar-vos a seguir o bom caminho. Aos pobres Espíritos que habitaram outrora a Terra, conferiu Deus a missão de vos esclarecer. Bendito seja Ele, pela graça que nos concede: a de podermos auxiliar o vosso aperfeiçoamento. Que o Espírito Santo me ilumine e ajude a tornar compreensível a minha palavra, outorgando-me o favor de pô-la ao alcance de todos! Oh! vós, encarnados, que vos achais em prova e buscais a luz, que a vontade de Deus venha em meu auxílio para fazê-la brilhar aos vossos olhos!

A humildade é virtude muito esquecida entre vós. Bem pouco seguidos são os exemplos que dela se vos têm dado. Entretanto, sem humildade, podeis ser caridosos com o vosso próximo? Oh! não, pois que este sentimento nivela os homens, dizendo-lhes que todos são irmãos, que se devem auxiliar mutuamente, e os induz ao bem. Sem a humildade, apenas vos adornais de virtudes que não possuís, como se trouxésseis um vestuário para ocultar as deformidades do vosso corpo. Lembrai-vos d’Aquele que nos salvou; lembrai-vos da sua humildade, que tão grande o fez, colocando-o acima de todos os profetas.

O orgulho é o terrível adversário da humildade. Se o Cristo prometia o reino dos céus aos mais pobres, é porque os grandes da Terra imaginam que os títulos e as riquezas são recompensas deferidas aos seus méritos e se consideram de essência mais pura do que a do pobre. Julgam que os títulos e as riquezas lhes são devidos, pelo que, quando Deus lhos retira, o acusam de injustiça. Oh! irrisão e cegueira! Pois, então, Deus vos distingue pelos corpos? O envoltório do pobre não é o mesmo que o do rico? Terá o Criador feito duas espécies de homens? Tudo o que Deus faz é grande e sábio; não lhe atribuais nunca as idéias que os vossos cérebros orgulhosos engendram.
Ó rico! Enquanto dormes sob dourados tetos, ao abrigo do frio, ignoras que jazem sobre a palha milhares de irmãos teus, que valem tanto quanto tu? Não é teu igual o infeliz que passa fome? Ao ouvires isso, bem o sei, revolta--se o teu orgulho. Concordarás em dar-lhe uma esmola, mas em lhe apertar fraternalmente a mão, nunca. “Pois quê! dirás, eu, de sangue nobre, grande da Terra, igual a este miserável coberto de andrajos! Vã utopia de pseudo-filósofos! Se fôssemos iguais, por que o teria Deus colocado tão baixo e a mim tão alto?” É exato que as vossas vestes não se assemelham; mas, despi-vos ambos: que diferença haverá entre vós? A nobreza do sangue, dirás; a química, porém, ainda nenhuma diferença descobriu entre o sangue de um grão-senhor e o de um plebeu; entre o do senhor e o do escravo. Quem te garante que também tu já não tenhas sido miserável e desgraçado como ele? Que também não hajas pedido esmola? Que não a pedirás um dia a esse mesmo a quem hoje desprezas? São eternas as riquezas? Não desaparecem quando se extingue o corpo, envoltório perecível do teu Espírito? Ah! lança sobre ti um pouco de humildade! Põe os olhos, afinal, na realidade das coisas deste mundo, sobre o que dá lugar ao engrandecimento
e ao rebaixamento no outro; lembra-te de que a morte não te poupará, como a nenhum homem; que os teus títulos não te preservarão do seu golpe; que ela te poderá ferir amanhã, hoje, a qualquer hora. Se te enterras no teu orgulho, oh! quanto então te lamento, pois bem digno de compaixão serás.

Orgulhosos! Que éreis antes de serdes nobres e poderosos? Talvez estivésseis abaixo do último dos vossos criados. Curvai, portanto, as vossas frontes altaneiras, que Deus pode fazer se abaixem, justo no momento em que mais as elevardes. Na balança divina, são iguais todos os homens; só as virtudes os distinguem aos olhos de Deus. São da mesma essência todos os Espíritos e formados de igual massa todos os corpos. Em nada os modificam os vossos títulos e os vossos nomes. Eles permanecerão no túmulo e de modo nenhum contribuirão para que gozeis da ventura dos eleitos. Estes, na caridade e na humildade é que têm seus títulos de nobreza.

Pobre criatura! és mãe, teus filhos sofrem; sentem frio; têm fome, e tu vais, curvada ao peso da tua cruz, humilhar-te, para lhes conseguires um pedaço de pão! Oh! inclino-me diante de ti. Quão nobremente santa és e quão grande aos meus olhos! Espera e ora; a felicidade ainda não é deste mundo. Aos pobres oprimidos que nele confiam, concede Deus o reino dos céus.

E tu, donzela, pobre criança lançada ao trabalho, às privações, por que esses tristes pensamentos? Por que choras? Dirige a Deus, piedoso e sereno, o teu olhar: ele dá alimento aos passarinhos; tem-lhe confiança: ele não te abandonará. O ruído das festas, dos prazeres do mundo, faz bater-te o coração; também desejaras adornar de flores os teus cabelos e misturar-te com os venturosos da Terra. Dizes de ti para contigo que, como essas mulheres que vês passar, despreocupadas e risonhas, também poderias ser
rica. Oh! cala-te, criança! Se soubesses quantas lágrimas e dores inomináveis se ocultam sob esses vestidos recamados, quantos soluços são abafados pelos sons dessa orquestra rumorosa, preferirias o teu humilde retiro e a tua pobreza. Conserva-te pura aos olhos de Deus, se não queres que o teu anjo guardião para o seu seio volte, cobrindo o semblante com as suas brancas asas e deixando-te com os teus remorsos, sem guia, sem amparo, neste mundo, onde ficarias perdida, a aguardar a punição no outro.

Todos vós que dos homens sofreis injustiças, sede indulgentes para as faltas dos vossos irmãos, ponderando que também vós não vos achais isentos de culpas; é isso caridade, mas é igualmente humildade. Se sofreis pelas calúnias, abaixai a cabeça sob essa prova. Que vos importam as calúnias do mundo? Se é puro o vosso proceder, não pode Deus vo-las compensar? Suportar com coragem as humilhações dos homens é ser humilde e reconhecer que somente Deus é grande e poderoso.

Oh! meu Deus, será preciso que o Cristo volte segunda vez à Terra para ensinar aos homens as tuas leis, que eles olvidam? Terá que de novo expulsar do templo os vendedores que conspurcam a tua casa, casa que é unicamente de oração? E, quem sabe? ó homens! se o não renegaríeis como outrora, caso Deus vos concedesse essa graça! Chamar-lhe-íeis blasfemador, porque abateria o orgulho dos modernos fariseus. É bem possível que o fizésseis perlustrar novamente o caminho do Gólgota.

Quando Moisés subiu ao monte Sinai para receber os mandamentos de Deus, o povo de Israel, entregue a si mesmo, abandonou o Deus verdadeiro. Homens e mulheres deram o ouro e as jóias que possuíam, para que se construísse um ídolo que entraram a adorar. Vós outros, homens civilizados,
os imitais. O Cristo vos legou a sua doutrina; deu-vos o exemplo de todas as virtudes e tudo abandonastes, exemplos e preceitos. Concorrendo para isso com as vossas paixões, fizestes um Deus a vosso jeito: segundo uns, terrível
e sanguinário; segundo outros, alheado dos interesses do mundo. O Deus que fabricastes é ainda o bezerro de ouro que cada um adapta aos seus gostos e às suas idéias.

Despertai, meus irmãos, meus amigos. Que a voz dos Espíritos ecoe nos vossos corações. Sede generosos e caridosos, sem ostentação, isto é, fazei o bem com humildade. Que cada um proceda pouco a pouco à demolição dos altares que todos ergueram ao orgulho. Numa palavra: sede verdadeiros cristãos e tereis o reino da verdade. Não continueis a duvidar da bondade de Deus, quando dela vos dá ele tantas provas. Vimos preparar os caminhos para que as profecias se cumpram. Quando o Senhor vos der uma
manifestação mais retumbante da sua clemência, que o enviado celeste já vos encontre formando uma grande família; que os vossos corações, mansos e humildes, sejam dignos de ouvir a palavra divina que ele vos vem trazer; que ao eleito somente se deparem em seu caminho as palmas que aí tenhais deposto, volvendo ao bem, à caridade, à fraternidade. Então, o vosso mundo se tornará o paraíso terrestre. Mas, se permanecerdes insensíveis à voz dos Espíritos enviados para depurar e renovar a vossa sociedade civilizada, rica de ciências, mas, no entanto, tão pobre de bons sentimentos, ah! então não nos restará senão chorar e gemer pela vossa sorte. Mas, não, assim não será. Voltai para Deus, vosso pai, e todos nós que houvermos contribuído para o cumprimento da sua vontade entoaremos o cântico de ação de graças, agradecendo-lhe a inesgotável bondade e glorificando-o por todos os séculos dos séculos. Assim seja.

Lacordaire. (Constantina, 1863.)


terça-feira, 17 de setembro de 2013

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO NA CIDADE DE VITÓRIA, ESPÍRITO SANTO, BRASIL TRANSMITIDA PELA SANTÍSSIMA RAINHA DA PAZ À VIDENTE IRMÃ LUCÍA

Sexta-feira, 13 de setembro de 2013
Repouse seu pequeno coração em Meu Coração Infinito e Imaculado. Encontre na Paz que Minha presença traz à sua vida a razão para louvar a Deus diariamente.

Filhos Meus, ainda que não compreendam Minha presença no mundo, Deus Me envia para visitá-los dia-a-dia.

Ainda que muitos não creiam em Minhas palavras, Meu Coração Divino Me pede apenas para ser incansável.

Ainda que o mundo alimente guerras, conflitos e falta de Amor, Meu Coração jamais perde a Esperança e a confiança de que um exército de seres entregues a Deus vencerá com a oração esta batalha e instaurará a Paz entre as nações e entre as criaturas.

Hoje Eu os convido a uma missão silenciosa, missão que acontece entre os seus corações e o Meu, entre suas pequenas vidas e Deus.

Meu exército mariano caminha no invisível, porque sua arma é o verbo divino, que apenas pode ser percebido no profundo do coração.

Hoje venho convidá-los a descobrir o Poder da oração. Muitos se perguntarão por que mais uma vez os convido a descobrir este Poder, e Eu lhes direi que os chamo a este despertar, porque ainda não conhecem o verdadeiro Poder da oração.

Quero que nutram a Fé em seus corações, para que suas intenções orantes abarquem o impossível e o inalcançável; porque para uma oração verdadeira e plena de Fé não existem obstáculos nem existe o impossível.

Uma oração corre pelo invisível como água pura, que transpõe as dificuldades e contorna os obstáculos. A oração voa como o vento, limpando os ares do mundo e trazendo vida a todos os corpos e consciências. Se não houvesse seres orantes sobre a Terra, ela já não existiria.

Não é apenas de ar, de água e de alimento que vivem os seres; vivem sobretudo do Espírito de Deus e da sustentação de Sua Divina Consciência.

Este é um mistério que a ciência humana ainda está por descobrir: a Ciência divina se encontra no coração e não na mente.

É por isso que hoje os chamo a abrirem os olhos do coração, a deixarem de lado o temor que fizeram crescer em suas essências, temor de se abrir ao desconhecido e de se entregar à vida espiritual.

Não lhes peço nada que lhes cause dano, apenas os convido à oração, ao jejum e à Paz. Apenas os chamo à conversão da vida, dos costumes, dos atos, do pensamento e do verbo, para que já não destruam o mundo com suas ações e sentimentos, senão, que construam um novo mundo através do Amor e da Paz que brota do coração à medida que ele ora.

Deixem hoje sob Meus pés todo o medo de perder o que são, para serem algo novo, porque, em verdade, os chamo a abandonar o velho, para renascer em Cristo; os convido a deixar de lado os modernos tesouros do mundo, para fazer crescer os verdadeiros tesouros da alma, suas virtudes espirituais que levam à Paz, levam ao Amor, levam à Fraternidade, que constrói a Nova Terra.

Este é o Meu convite; este é o Meu Chamado: rezem! Rezem! Rezem muito!

Agradeço-lhes por escutarem Minhas palavras e por virem novamente ao Encontro de Meu Coração.

Maria, Mãe e Rainha da Paz
 
 


Sexta-feira, 13 de setembro de 2013

MENSAGEM PARA A APARIÇÃO NA CIDADE DE VITÓRIA, ESPÍRITO SANTO, BRASIL
TRANSMITIDA PELA SANTÍSSIMA RAINHA DO ROSÁRIO, A VIRGEM MARIA AO VIDENTE FREI ELÍAS


Queridos filhos Meus, hoje já estamos a um mês da consagração do mundo inteiro ao Meu Imaculado Coração.

Por esta importantíssima finalidade universal e mariana, Eu lhes peço que a partir de hoje até o dia 13 de outubro de 2013, aniversário de Minhas Aparições em Fátima, Portugal, seus corações rezem sete Pai Nossos, sete Glórias e sete Ave Marias, diariamente. Assim, esta sagrada oferenda de oração chegará até os Tronos de Deus, como flores belíssimas ofertadas por Seus filhos amados.

Queridos filhos, peço-lhes que não temam. Eu Sou a mesma de Nazaré. Sou a que busca os filhos perdidos, os que se separaram da comunhão com Meu Filho e que agora deverão retornar sem demora ao Coração de Deus.

Eu Sou sua Mãe e Rainha do Rosário. Sou a que lhes quer fazer recordar que, pelo Santo Rosário orado com o coração, uma guerra universal, que destruiu a paz e a a inocência em todos os homens, se deteve pelo sacrificio simples e puro das três pequenas crianças de Fátima.

Agora, às vésperas da consagração do mundo ao Meu Imaculado Coração, Eu lhes peço que sejam puros, simples e inocentes, já que o mundo perdeu este símbolo sagrado.

Eu venho do Céu para unir o que as religiões e credos separaram há séculos. Eu venho para reconhecer a Igreja de Meu Filho, aquela que Ele fundou no coração de todos os seres cristãos e não cristãos. Eu Sou a Estrela de Luz que brilha por todos os Seus filhos. Em Meu Coração Materno não existe religião, mas existe união, misericórdia e esperança. Venho para demonstrar ao mundo que Eu Sou, não apenas a Rainha da Paz, mas também Sou a Mãe de todo este mundo.

Eu lhes peço amorosamente que rezem pelos sacerdotes, para que possam cumprir com os desígnios que Meu Filho lhes encomendou. Eu lhes peço que rezem pelo Santo Papa e por todos os representantes da religiões mundiais, para que o Santo Ecumenismo, que ensinou Meu Filho, possa despertar no coração de todos.

Filhos amados, Eu peço a todos os religiosos, crentes, devotos, peregrinos e ateus que escutem Meu Chamado de Amor. Não venho ao mundo para evangelizar. Eu venho ao mundo para unir o que está separado no interior de todos os seres.

Amados filhos, apenas oro por vocês, para que neste tempo, a humanidade considere Jesus Cristo, o Salvador, como o Cristo de toda a humanidade, porque, quando ele retornar a este mundo, lhes mostrará quem em verdade foi, e é, para o atual momento universal.

Pequenos filhos, permaneçam em Meu Coração. Nunca os abandonarei. Sempre os acompanharei, porque os amo e os protejo.

Quero agradecer o esforço amoroso e abnegado de todos os orantes por permitirem que Minha Obra na América seja realizada segundo Meus desígnios celestiais.

Agradeço-lhes a todos por se unirem ao Meu Coração Materno!

Ama-os agora e sempre,

Maria, a Santíssima Rainha do Rosário da Paz
 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

CHICO XAVIER O Grande Mestre Ascenso da Humildade.

                              
Francisco Cândido Xavier                                                                                                                                                                







                                                                                                                                                     
Abençoados sejam. Venho nesta comunicação  informar vocês sobre as grandes mudanças energéticas que foram  inseridas em vosso mundo. Com a passagem de KAI WAN, ou Francisco Cândido Xavier, um novo momentum de luz foi acoplado nas esferas celestes da Terra. Antes da passagem dele, esse momentum de energia  era grande, mas não tinha atingido a integralidade da unificação de todos os corpos. Como ele ainda tinha um foco material em vossa realidade, parte do processo de ascensão dele não estava completado, pois ele emitia constantes fluxos de energia cristica de sustentação para a humanidade do ponto material, fazendo o ancoramento de milhares de irmãos  espirituais de diversos gruas evolutivos. Ele sustentava um enorme Portal multidimensional dos Mestres de amor e  ternura para a humanidade, além de estar conectado a importantes templos de luz dos mestres e do comando estelar. 
Com a passagem dele ocorreu a unificação de todos os corpos e realidades paralelas, tornando-se mais um foco cristico entre a 8ª e 12ª dimensões.  Assumindo o nome código de missão em determinadas esferas de KAI WAN. Por ter sustentado a humildade e ternura, ele subiu ao lado de Emannuel e de Sananda para direcionar os rumos do salto quântico que a Terra esta sendo direcionada junto com todas as almas que estão dentro da programação e preparação para isso.  O trabalho sustentado por Chico Xavier, é de alta validade para o despertar de muitos avatares adormecidos, que desenvolverão em futuro próximo, uma continuidade do seu trabalho, mantendo uma comunicação direta com as outras realidades, e dando  suas contribuições para  o salto conciencial  do espiritismo no Brasil e no mundo. 
O grau evolutivo ao qual Chico Xavier pertence é um dos mais altos que a Terra, teve conhecimento após a passagem de grandes irmãos como Jesus Cristo e seu irmão São Francisco de Assis.  Sei que muitas pessoas acreditam que essa tenha sido uma encarnação de Chico Xavier, assim como também a de João Evangelista. No entanto o mesmo ocorre com o grande mestre Dascalos, isso por que ambos pertencem ao mesmo grau monádico de KUTUMI. poderíamos dizer que Chico Xavier, é uma alma gêmea de  KUTUMI, e portanto a ressonância é muito similar, por esse motivo esse tipo de percepção de muitos kardesistas, que enxergaram esse tipo de ressonância.  na verdade também é uma verdade, pois se ambos são da mesma monada, são parcelas da mesma fonte, portanto desse ponto de vista, Chico Xavier, realmente é uma parcela interativa de São Francisco e de João Evangelista, em realidades paralelas, unidas ao mesmo foco de Dascalos e de KUTUMI. 
Dentro do nosso ponto de vista, as encarnações não existem de forma linear de tempo, como vocês as  rotulam, mas sim em realidades paralelas de um diferente fluxo temporal, onde mais de duas almas gêmeas podem estar interagindo.  Também existe outro foco importante, que se refere ao fato que as almas gêmeas, não necessariamente, tem que encarnar para se unirem em matrimonio como muitos falaram. na verdade são experiências complementares, que estão além da união matrimonial, e sim da união de alma e de consciência,  o que explica por que esse tipo de união pode ocorrer em realidades matérias e espirituais em paralelo, como no caso dos grandes mestres, que encarnaram na  Terra e deixaram uma importante lição de vida e exemplo de dedicação.  Todos estavam acompanhados de seus complementos monádicos, sem a necessidades explicita de um companheiro físico matrimonial ou sexual.
Kai Wan ocupa um importante cargo administrativo e de sustentação dentro da  Fraternidade Branca, o que na verdade ele ja sustentava antes, mas com a unificação de seus 32 corpos celestes de energia conciencial, ele passou a se integrar como um cristo unido a energia de Sananda e também ao foco MAHATMA, que é uma energia complementar da sustentação Cristica.   Outro importante foco junto a Kai Wan e das fileiras da ordem dourada e rosada, como  METRATON e suas falanges, assim como Kuan In, além de importantes mestres do Conselho Cármico.  Na verdade a presença de  Sananda através de Chico se fez presente muitas vezes, por esse motivo o campo aúrico dele era tão amplo, com mais de 100 Km de diâmetro, por esse motivo as pessoas choravam de comoção e de amor ao estarem na presença dele, pois normalmente os anjos diretos de Jesus Cristo ou o próprio estavam ao lado de Chico, dando a sustentação necessária para a missão que  ele solicitou para ele. 
Como  colaborador no projeto Terra, gostaria de pedir que vocês, direcionassem energias de ectoplasma para Kai Wan, para dar sustentação  ao programa de salto conciencial da humanidade, ele continua na sua grandiosa missão, muito mais fortalecido e capacitado do quer antes, mas ainda necessita da colaboração de todos os seus irmãos, filhos e seguidores, para que o plano não seja abandonado, ele esta mais presente do que nunca ao lado e dentro do coração de cada um de vocês.  Chegou o momento que cada um mostrara a sua lealdade para com cristo em dar sustentação as mudanças necessárias  do planeta através das mudanças pessoas que vocês vinham fazendo ao estarem presente junto ao grande  e humilde Mestre Chico Xavier. Cada um de vocês é importante para dar continuidade ao plano de despertar da consciência e da humildade dentro do crescimento espiritual, esse trabalho representa uma grande chaves  para o despertar dos avatares que ainda estão inconscientes, e necessitam dessa energia para encontrar o momento certo de despertarem e desenvolverem a sua missão pessoal.  A sustentação que ele fez por todos esses anos, representou um grande crescimento nos templos etéricos, clínicas e universidades etéricas, que tem ajudado a milhões de almas depois do processo do desencarne, e milhões dentro do processo de sono, quando as suas almas em seus veículos mais etéricos, passavam a estudar e ter aulas com ele e seus colaboradores, ajudando assim na espiritualização do Brasil e de muitos outros países, reformulando o kardecismo e outras realidades do espiritismo.  Muito do trabalho dele  foi invisível aos olhos da maioria, mas não aos nossos, e podemos  de forma uníssona, dizer que ele fez muito mais pela humanidade que muitos outros juntos no passado, além de ter sustentado a humildade e carisma de um verdadeiro Avatar Crístico, por esse motivo unifico meu foco com o dele para dar sustentação aos mudanças  e determinações evolutivas que ele ainda sustentará junto a humanidade, para que assim todos em seus devidos momentos possam  despertar e dar continuidade as suas propostas de alma e de  experiências dentro da dualidade.  
Cada um de vocês, poderia mentalizar a sua presença junto a de Chico Xavier, para dar continuidade aos trabalhos e gradualmente elevar com isso o padrão de energia, para realidades superiores e sintonizadas com os outros Mestres, o que com o tempo ajudara na integração com os Mestres da  Fraternidade Branca, que muitas pessoas não conhecem, em especial os filhos do espiritismo, que recentemente estão tendo esse tipo de contato. Dessa forma a reformulação e o despertar de consciência, se  manifestara em muitas pessoas, para dar continuidade ao despertar de consciência das pessoas que realmente buscam o amor, evolução e acima de tudo, a luz interna e a liberdade do coração frente a tantos dogmas e limitações  do vosso processo evolutivo e vivencial na Terra.

fiquem com a luz dos nossos corações em sintonia com o vosso e juntos estaremos efetuando as mudanças  do despertar  em cada um de vocês.

NO AMOR E NA PAZ    SHTAREER.

Espíritos Superiores conduzem os trabalhos das Casas Espíritas


Os Núcleos Espíritas deveriam representar a Doutrina Reveladora como manancial de amor e caridade, que atrai os sofredores e humildes, em busca de consolo e esclarecimento.

Templos singelos, onde o estudo possa atender a necessidade de aprendizagem e transformação daqueles que o buscam sedentos.

Espíritos Superiores conduzem os trabalhos das Casas Espíritas que mantém um padrão de amor e caridade.

A ideia de levar os Centros Espíritas numa direção única deu-se pela diversidade de cultos esotéricos espirituais, distintos da proposta enviada pelos Espíritos, que visa esclarecer, consolar e libertar a criatura humana.

Porém, meus irmãos, o corpo físico encobre a verdadeira intenção da alma, abafando os ideais superiores, tornando mais fácil ao espírito reencarnado viver instintivamente, do que sacrificar-se pela Causa Maior.

Modificaram-se os ideais sublimes de caridade, conhecimento e libertação, tornando-se exigente e orgulhosa.

Os Dirigentes dos Núcleos Espíritas foram tomados pela desconfiança acerca do animismo mediúnico, não desenvolvendo seu potencial intuitivo, para selecionar o manancial de Luz, das mensagens consoladoras e reveladoras que transbordam nas Casas Espíritas através do trabalho mediúnico.

Esquecem que a Doutrina que professam foi exclusiva revelação dos Espíritos, através de médiuns, criaturas humanas falíveis, como os médiuns de hoje o são.

Todos nós, criaturas que transitam pelos planetas de terceira dimensão, somos passíveis de errar, no entanto, negar o conhecimento revelativo, lançado pelos Espíritos à humanidade, traz prejuízos incalculáveis a todos os seres humanos.

As Federações Espíritas deixaram que as desconfianças do ser humano ficassem acima do desenvolvimento da fé, que põe a criatura em sintonia direta com o Criador.

Sigamos corajosos, despertando almas para o iminente final desta civilização planetária de expiação.

Paz e amor.

Jesus nos abençoe.

Allan Kardec

GESH – 10/08/2013 – Vigília Abrigo Servos de Jesus – Vila Velha, ES – Brasil

Esgota-se o tempo...


Irmãs, desde a fundação da Federação Espírita até os dias de hoje, esta Associação perdeu-se em meio a política terrestre, ao convencionalismo social e a manutenção do que teria que representar hoje: o que é ser um espírita no Mundo atual.

Cultiva-se a imagem do espírita estudioso, da vasta obra literária disponível ao público, e do praticante da caridade que se solidariza com o faminto, o desnudo, aos abandonados ao relento do mundo encarnado.

No entanto, perde-se a "pedra mestra" que a Codificação do Espiritismo trouxe, ao descortinar o invisível: a caridade anônima * que socorre e ameniza o sofrimento, acalma e dá esperança àqueles que não possuem mais o corpo carnal para gritar sua dor aos que o cercam.

Isso ocorre porque não preparam seus médiuns para a tarefa, a qual foram conduzidos por seus Tutores Espirituais para exercê-la.Ocorre também, a perda dos envios maciços de alertas, informações do que ocorre e ocorrerá com o Mundo e a sua humanidade.

Esgota-se o tempo e a Federação assume para si, através dos seus Dirigentes, uma grande cota de responsabilidade na desinformação e alheamento dos seus federados e seguidores, resultando num futuro carma coletivo com colheita dolorosa.

Irmãos, os avisos são enviados para as Casas Espíritas ligadas àquela Instituição, porém, preferem ignorá-los, intitulando-os de animismo ou que a mente super estimulada do médium não soube, segundo o entendimento dos Dirigentes, entender e interpretar de forma clara, o que a Espiritualidade Superior quis passar.

Que cada um reflita no compromisso que assumiu, no dever de informar sobre os acontecimentos dos "Tempos Chegados" e que os gritos que ouvirão no futuro não seja o lamento do sofredor.

Eurípedes Barsanulfo
GESH – 10/08/2013 – Vitória, ES – Brasil

Nota – O nosso GESJ não é filiado a Federação Espírita Brasileira apesar da insistência de "muitos conselheiros". O nosso Grupo sempre trabalhou e trabalha dentro das normas que eu criei. "Nunca me arrependi. Tudo tem dado certo".
Margarida


Nota * – Caridade anônima é o atendimento bondoso e amigo aos espíritos que incorporam aflitos, desesperados, doentes, confusos e muitos cheios de ódio, sedentos de vingança.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Transformação espiritual é caminho para os fortes


Salve Jesus, salve Aquele que do Alto, Baluarte de nossas vidas, nos conduz.

Irmãos, o momento da prova revela quem somos e a condição espiritual em que nos encontramos; portanto, é momento especial, espelho de nossa vida, que devemos aproveitar para compreender as arestas que necessitam ser buriladas, pelo buril da dor e do sofrimento.

Aceitar com resignação o sofrimento, não é tarefa das mais fáceis; pois se o intelecto já discerne o caminho que deve seguir, o coração, muitas vezes enfraquecido pela rebeldia, orgulho e egoísmo, reluta em desligar-se diante dos hábitos, e com resignação aceitar a realidade.

Transformação espiritual é caminho para os fortes, necessário ser trilhado de mãos dadas com o Mestre Jesus, Médico dos médicos, que ausculta nossas almas sem julgamentos ou repreensões, indicando-nos sempre as assertivas que devemos basear-nos, para avançar na caminhada, progredindo sempre.

Escutai as recomendações amorosas, pois já sabeis o caminho a seguir; basta sustentar com resignação vossa cruz e caminhar lado a lado com Ele, aceitando o reconhecimento da vossa verdade interna e procurando transformá-la como nos aconselhou o Mestre Nazareno.

Irmã, tendes paciência, aceitação e estagnação temporária. Elevai o pensamento em gratidão ao Pai, pela prova que detém os passos no erro, e modificando o rumo que nos ensina amar ao próximo: fazendo ao outro, aquilo que gostaríamos que conosco fosse feito.

Não espereis velocidade no processo de renovação íntima. Por muitos anos, persististes no erro, aglutinando em torno de vós as dolorosas calosidades que hoje vos detêm os passos. Muitas vezes atropelamos os irmãos no intuito de chegar primeiro, esquecidos que mais a frente seremos nós os atropelados.

Assim é a aprendizagem, para darmos as mãos, todos juntos, caminhando no apoio recíproco, para chegarmos felizes, na comunhão da vida futura.

Sabemos que o intercâmbio sadio entre os dois mundos, representa a dose homeopática de bom ânimo, que muitas vezes impulsiona os encarnados na sua jornada terrena.

Que nossa presença possa significar, com a permissão do Pai Misericordioso, esta dose de bom ânimo a todos vós, pois falta pouco tempo para a "encarnação chave" vir a termo, encontrando-vos em nova morada espiritual em breve.

Que a Paz do Senhor dos Mundos esteja conosco.

Joana de Angelis
GESJ – 10/07/2012 – Vitória, ES – Brasil

Nota – Conselhos para uma companheira do GESJ. Serve para todos nós.

A Besta arregimenta mais adeptos


Vidência – Vi Irmãos de Luz vigiando a Besta, como se fossem Sentinelas. Um deles comunicou-se comigo, enviando essas palavras:

Salve o Cristo que nos conduz!

Acordem seres humanos da superfície! As correntes que prendem a "personificação do mal" na Terra, estão prestes a romperem-se.

Todos vocês inconscientemente já percebem sua dor e seu ódio a lhes envolverem; no entanto, quando as amarras não mais o prenderem, poderão ver a tenebrosa face da Besta.

Com seus escudos e armas em punho preparem-se, pois uma vez liberada a Fera, a luta só terá fim quando for declarado o vencedor: a Luz!

Enquanto isso, a Besta arregimenta mais adeptos para sua causa. O seu hálito tóxico contamina as mentes. Os jovens, por fraqueza, são os mais influenciáveis às emanações do vapor venenoso, que se desprende do seu ambiente, manipulando suas mentes e envolvendo-os com sua vontade.

A Luz do Mestre Jesus nos sustenta, e impede que a força do mal destrua a Casa Planetária. N’Ele, confiamos e por Ele, lutaremos até nossas últimas forças.

Irmãs Direitistas, unam-se e sigam o exemplo do Amado Jesus, amando e perdoando.
Fé e coragem!

Noor
Extraterrestre Trabalhador do Abismo em nome de Jesus

GESH – 17/05/2013 – Vitória, ES – Brasil

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Os sete corpos ou níveis de consciência:

1 – Corpo Físico
2 – Corpo Etérico
3 – Corpo Astral
4 – Corpo Mental Inferior
5 – Corpo Mental Superior
6 – Corpo Búdico
7 – Corpo Átmico
    0s Corpos Espirituais
Os corpos espirituais, corpos ou dimensões psíquicas, níveis mentais ou consciências, são termos que vem sendo usados para expressar a constituição do Homem em sua plenitude. Esta terminologia é adotada pela Teosofia, Esoterismo, outros ramos do ocultismo e algumas religiões orientais. O Espiritismo considera o homem como uma trilogia: Corpo somático ou físico, perispírito e espírito. Para KARDEC alma e espírito são sinônimos. Para os Católicos e Protestantes existem apenas alma e corpo físico.
1 Corpo Físico
É objeto de estudo das Ciências biológicas. Para os  espiritualistas  reencarnacionistas  (espíritas, teosofistas,  esotéricos,  umbandistas,  budistas,  hinduísta,  e outros),  o  corpo físico é o instrumento para manifestação, experimentação e aprendizagem no mundo físico.

Corpo e meio físico pertencem à mesma dimensão eletromagnética.

Carcaça de carne, algo semelhante a um escafandro, pesado e quase incômodo, é constituído de compostos químicos habilmente manipulados pelo fenômeno chamado vida. O único estudado e relativamente conhecido pela ciência oficial. Nele, somatizam-se os impulsos  desarmônicos originados  nos  demais  corpos,  níveis  ou  subníveis  da consciência,  em forma de doenças,  desajustes  ou desarmonias, que são simples efeitos e não causa.
2 Corpo Etérico
Envolve o  corpo  físico,  tem estrutura extremamente  tênue,  invisível  ao  olho  humano,  de natureza eletromagnética e comprimento  de onda superior  ao  ultravioleta,  razão  porque é dissociado  por esta.  Quando  exalado  de sensitivos  ou  médiuns proporciona os  fenômenos  espirituais  que envolvem manifestações  de ordem física como  “materializações”,  teletransporte, dissolução  de objetos e outros. O material exalado é conhecido por ectoplasma. Fragmentos deste material foram analisados em laboratórios e mostraram-se predominantemente, constituídos por elementos protéicos.

O duplo etérico tem a função de estabelecer a saúde, automaticamente, sem a interferência da consciência. Funciona como mediador plástico entre o corpo astral e o corpo físico. Possui individualidade própria, mas não tem consciência. Promove a ação de atos volitivos (frutos da vontade), desejo, emoções, etc., nascidos na “Consciência Superior”, sobre o corpo físico ou cérebro carnal.

A maioria das enfermidades atinge antes o duplo etérico. As chamadas cirurgias astrais, via de regra, são realizadas neste corpo. O duplo  etérico  pode ser  exteriorizado  ou  afastado  do  corpo  físico  através  de  passes  magnéticos.  É  facilmente  visto  por sensitivos treinados. Dissocia-se do corpo físico logo após a morte e, a seguir, dissolve-se em questão de horas.

Alma Vital,  vitalidade prânica,  reproduz  o  talhe (formato) do  corpo  físico,  estrutura tênue, invisível,  de natureza eletromagnética densa,  mas  de comprimento  de onda  inferior  ao  da  luz  ultravioleta,  quase imaterial.  Distribui  as  energias vitalizantes pelo Corpo Físico, promovendo sua harmonia.  Essas ligações acontecem ou se fazem por cordões ligados aos centros de força. Pode-se dizer que se trata da matéria mais pura, beirando a imaterialidade.

O corpo  etérico  (a palavra vem do  “éter”,  estado  intermediário  entre a  energia e  a matéria)  compõe-se de minúsculas linhas de energia, parecidas com as linhas numa tela de televisão. Tem a mesma estrutura do corpo físico e inclui todas as partes anatômicas e todos os órgãos. Os tecidos do corpo só existem como tais por causa do campo vital que os sustenta. A estrutura do corpo etérico, semelhante a uma teia, está em constante movimento. Para a visão dos clarividentes, faíscas de luz branco-azulada movem-se ao longo das linhas de energia por todo o denso corpo físico.
3 Corpo Astral
Tem a forma humana. Invólucro espiritual mais próximo da matéria, que podem ser vistos pelos médiuns clarividentes. Esta estrutura corpórea sutil, todos os espíritos a possuem. Assim como o corpo para os humanos é tão necessário, para os espíritos é também necessária para a sua manifestação, na dimensão em que se encontram no Astral. O corpo astral não possui a mesma densidade em todas as criaturas humanas.

Quando  as  pessoas  se apaixonam,  podem se ver  belos  arcos  de luz  rósea  entre os  seus  corações,  e uma bela cor  rósea adiciona-se às pulsações áureas normais na pituitária. Quando as pessoas estabelecem relações umas com as outras, criam cordões, a partir dos chakras, que se ligam. Quanto mais longa e profunda for à relação, tanto mais numerosos e fortes serão os cordões. Quando as relações terminam esses cordões se dilaceram, causando grande sofrimento. A sua forma pode ser  modificada pela vontade ou  pela ação  de energias  negativas  auto-induzidas.  A maioria das manifestações  mediúnicas,  ditas  de incorporação,  processa-se através  do  corpo  astral,  o  qual  é  dotado  de emoções,  sensações, desejos, etc, em maior ou menor grau, em função da evolução espiritual.

O corpo  astral  sofre moléstias  e deformações  decorrentes  de viciações,  sexo  desregrado,  prática persistente do  mal  e outras  ações  “pecaminosas”.  Separa-se,  facilmente,  durante o  sono  natural  ou  induzido,  pela ação  de traumatismos  ou  fortes comoções, bem como pela vontade da mente.

Luminosidade variável, branca argêntea, azulada etc. É o MOB (Modelo Organizador Biológico), é o molde que estrutura o Corpo Físico. Observável por fotografias, vidência, moldagens, impressões digitais, tácteis e aparições fantasmagóricas.

Este corpo  é utilizado  no  mundo  espiritual  para incorporar  espíritos  já desprovidos  dele,  tal  como  nossas  incorporações mediúnicas.

O Corpo  Astral  pode desencaixar  (desdobrar) do  Físico  por  anestesia,  coma alcoólico,  droga,  choque emotivo  ou desdobramento  apométrico  da mesma forma que o  Duplo  Etérico.  É  com ele que,  nos  trabalhos  com a  técnica  da Apometria, projeções astrais conscientes ou por sonho, viajamos e atuamos no tempo e no espaço.
4 Corpo Mental Inferior ou Mental Concreto
O terceiro corpo  da aura é o corpo mental, que se estende além do corpo emocional e se compõe de substâncias ainda mais finas, associadas a pensamentos e processos mentais. Esse corpo aparece geralmente como luz amarela brilhante que se irradia nas proximidades da cabeça e dos ombros e se
estende à volta do corpo. Expande-se e torna-se mais brilhante quando o seu dono se concentra em processos mentais. O corpo mental também é estruturado. Contém a estrutura das nossas idéias. Quase todo amarelo, dentro dele podem ver-se formas  de pensamento,  que parecem bolhas  de brilho  e formas  variáveis.  Tais  formas  de pensamentos  têm cores  adicionais, superpostas  e que,  na realidade,  emanam do  nível  emocional.  Pensamentos  habituais  tornam-se forças  “bem-formadas” muito poderosas, que depois exercem influência sobre a vida. É sede das percepções simples e objetivas como de objetos, pessoas, etc. É importante veiculo de ligação e harmonização do binômio razão-emoção. Viciações oriundas de desregramento sexual, uso de drogas e outras podem atingir, fixar-se e danificar este corpo.  Alma inteligente,  mentalidade,  associação  de idéias,  sua aura ovalada envolve todo  o  corpo,  pode ser  registrado  por fotografias ou percebido pela vidência. É o corpo que engloba as percepções simples, através dos cinco sentidos comuns, avaliando o mundo através do peso, cheiro, cor, tamanho, gosto, som, etc. É o repositório do cognitivo (conhecimento). É o primeiro grande banco de dados onde a mente física busca as informações que precisa, seu raciocínio é seletivo. Está mais relacionado com o Ego inferior ou Personalidade encarnada.

Este corpo, quando em desequilíbrio, gera sérias dificuldades comportamentais tais como comodismo, busca desenfreada de prazeres mundanos, vícios etc. Normalmente sua forma é ovalada, mas pode ocorrer em raros casos uma forma triangular ou retangular, tem cores variáveis, podendo desdobrar-se em sete sub-níveis com os mesmos atributos.
5 Corpo Mental Superior ou Mental Abstrato
Memória criativa e pode ser percebido pela vidência. Este corpo é o segundo grande banco de dados de que dispõe o ser. Ele elabora e estrutura princípios e idéias abstratas, buscando sínteses ou conclusões que por sua vez são geradoras de novas idéias e assim por diante, infinitamente. Ocupa-se de estudos e pesquisas visando o aprimoramento do ser. Por ser o equipo (local) do raciocínio criativo, é nele que acontece a elaboração do processo responsável pelo avanço científico e tecnológico, além de todo nosso embasamento filosófico.

É o corpo que faz avaliações, formula teorias, relaciona símbolos e leis. É também conhecido como corpo causal. Elabora princípios e idéias abstratas, realiza análise, sínteses e conclusões. É sede das virtudes e de graves defeitos.
O Dr. LACERDA sugere que o Corpo Mental Superior seja de natureza magnética, com freqüência muito superior a do corpo astral. Importância deste fato:
A força da mente é poderosa e pode fazer o bem ou o mal, consoante, a intenção com que é projetada. Alguém já disse que todo pensamento bom é uma oração e todo o pensamento mau é um feitiço. Por outro lado quem vibra em amor, constrói ao redor de si um campo energético protetor contra a ação de mentes negativas (mau olhado, feitiço, magia negra, etc). Do mesmo modo, afins se
atraem.
6 Corpo Búdico ou Buddhi
É possível dizer que BUDDHI é o perispírito na acepção etimológica do termo: constitui a primeira estrutura vibratória que, envolvendo  o  espírito,  manifesta-o  de modo  ativo.  Sendo,  este corpo,  atemporal  (como  também o  mental  superior),  usando  a técnica de atingir essa dimensão superior das criaturas, pode-se de lá, vasculhar seu passado, conseguindo detectar vivências muito dolorosas, sedimentadas em um passado escondido, por vezes muito remoto, quando não remotíssimo.

Pouco se sabe sobre a forma e estrutura vibratória deste corpo que está mais próximo do espírito.  Tão distante está dos nossos  padrões  e dos  nossos  meios  de expressão  que não  há como  descrevê-lo.  Recentemente temos  tido,  através  de médiuns videntes  muito  treinados,  tênues  percepções  visuais  e sensoriais  relativas  a este  corpo.    Tem como  atributo  principal  o  grande
núcleo da consciência. Lá as experiências e acontecimentos ligados ao ser estão armazenadas e é de lá que partem as ordens do reciclar permanente das experiências mal resolvidas.

Composto pelas três Almas – Moral, Intuitiva e Consciencial – veículos e instrumentos do espírito Alma  Moral  -  Discernimento  do  bem e do  mal  sob  o  ponto  de vista individual,  tem a forma de um sol  em chamas,  é o veículo do espírito, que o impulsiona a obediência às leis do local onde ele está encarnado e comanda o comportamento da entidade encarnada em relação ao meio.
Alma Intuitiva – Intuição, inspiração do gênio científico, literário e artístico. Iluminismo. Em forma de ponta de lança triangular irradiando em torno, chamas ramificadas, animada de movimento rotatório lento, antena captadora e registradora das informações que vibram no cosmo. Instrumento da inspiração.
Alma Consciencial – Em forma de pequeno sol muito brilhante, radiações retilíneas, centro da individualidade espiritual. Consciência coordenadora e diretora da vida, elo de ligação com a Centelha Divina.
De um modo geral o Corpo Búdico é pouco conhecido. Longe de nossos padrões físicos e de nossos meios de expressão, não  há como compará-lo. É  o  verdadeiro  perispírito,  ao  final  do  processo  evolutivo,  quando  os  demais  a ele se fundirão.  É  nele que se gravam as ações do espírito e dele partem as notas de harmonia ou desarmonia ali impressas, ou seja, as experiências  bem significadas estão ali arquivadas e são patrimônio do espírito. As experiências mal resolvidas são remetidas de volta à personalidade encarnada para novas e melhores significações. E por ser, no espírito, o grande núcleo de potenciação da sua consciência cósmica, suas impulsões terão seus efeitos visíveis e somatizados no Corpo Físico ou no psiquismo da personalidade encarnada.

Quando  em trabalho  de limpeza dos  cordões  energéticos  que ligam os  corpos,  observamos  que ao  se desbloquear  os cordões,  intensa  e luminosa torrente de luz  multicor  jorra até os  corpos  inferiores.  Observados  pela visão  psíquica (vidência),  o Buddhi e o Átmico formam maravilhoso e indescritível conjunto de cristal e luz girando e flutuando no espaço.
7 Corpo Átmico ou Espírito Essência ou Centelha Divina
O Corpo Átmico ou Espírito puro, esse eu cósmico constitui a Essência Divina em cada ser criado. Disse JESUS: “Vos sois Deuses”, pois somos idênticos a DEUS pelo ser (essência), mas diferente dele pelo existir, pois DEUS é eternamente presente. O Absoluto, o Universal, manifesta-se em cada um dos seres individualizados, por menores que sejam.

O evoluir  do  Homem  consiste em viver  e experienciar  em todos  os  níveis  da criação,  desde o  físico  até o  Divino  ou Espiritual,  para,  desta experiência,  recolher  conhecimento  e  percepções  que  propiciam o  desenvolvimento  harmonioso  de seu intelecto  e  sensibilidade de  maneira a tornarem-no  sábio  e  feliz.  Ao  longo  de sua  jornada evolutiva a  criatura  humana  sofre sucessivas  “mortes” e vai  perdendo  seus  corpos,  sem perder  os  “valores” inerentes  a cada um deles.  É  como  a flor  que na sua expressão de beleza pura, contém a essência do vegetal por inteiro.